E agora, povo indie? O Radiohead vai acabar

“É um processo diferente. É sempre algo divertido se você sabe onde está mirando”, contou Thom, antes de dar a entender que está “cansado” de sua outra banda, o Radiohead.

030413_radiohead

Por Lúcio Ribeiro, no Popload

Como assim, Brasil? Não bastou o Morrissey e seus riscos de aposentadoria prematura. Agora é o grande Thom Yorke que chega com uma notícia sobre o Radiohead: ele pode acabar. A revelação bombástica do cantor e letrista foi feita ao famoso ator Alec Baldwin, que tem um programa de entrevistas na rádio WNYC. Thom participou do programa nesta semana para falar basicamente sobre seu projeto paralelo, o Atoms For Peace, que recém lançou seu disco de estreia, “Amok”. Yorke contou que anda muito feliz com o projeto, que conta também com Nigel Godrich (produtor do Radiohead), Flea (RHCP), Joey Waronker (REM, Beck) e o brasileiro Mauro Refosco. “É um processo diferente. É sempre algo divertido se você sabe onde está mirando”, contou Thom, antes de dar a entender que está “cansado” de sua outra banda, o Radiohead.

“Começamos quando tínhamos 16 anos. Agora estou com 44. É um bom tempo”. Baldwin pegou gancho, dizendo que uma das peculiaridades do Radiohead é que a banda tem a mesma formação desde o início. “É persistência. São minhas grandes habilidades diplomáticas… não”, replicou Thom.

O ator insistiu na questão e relatou nunca esquecer que, certa vez, Paul McCartney o disse que “até os Beatles se cansaram de serem os Beatles” e perguntou se há momentos em que eles (Radiohead) se sentam, olham um para o outro e dizem: “acho que ficamos por aqui”. Thom não titubeou e disse pensar nisso frequentemente. “O fato é que eles (resto da banda) ficam esperando que eu faça isso (dar fim à banda). Mas as coisas mudam. (…) Nunca tem a ver com a música, é sempre alguma outra coisa. Os perrengues da vida ou outra coisa qualquer”, relatou Thom, afirmando também que esse momento está próximo. “Sinto que esta hora está chegando. Quer dizer… Algo relacionado ao fato de que não fizemos nada de útil por três semanas. A gente passa por essas fases, saca? Nós crescemos juntos, é estranho. Por exemplo, acabamos de fazer uma turnê ano passado. E provavelmente foi, na teoria, a mais assustadora que nós já fizemos porque foram muitos shows grandes, e normalmente gasto meu tempo tentando evitá-los”.

O papo sobre os shows grandes, de acordo com o vocalista do Radiohead, se liga ao fato dele não querer expandir sua música (tecnicamente) a lugares maiores. “Você não pode passar para as pessoas o sentido certo. Gastamos muito tempo olhando coisas de cenário que usou telas de certa maneira intimista, mas tinham noites que eram 30, 40 mil pessoas nos vendo”.

A entrevista, na íntegra, pode ser conferida abaixo. Será que Thom vai fazer do Atoms For Peace seu projeto principal?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for E agora, povo indie? O Radiohead vai acabar

Deixe o seu comentário