Unicef avisa que like no Facebook não salva vida de ninguém

Nova campanha ironiza as curtidas na rede social e pede doação de vacinas

size_590_Unicef_avisa_que_like_no_Facebook_não_salva_vida_de_ninguém

Carlos Merigo, na Exame

Na Suécia, a Unicef tem uma abordagem bem mais provocativa em suas campanhas em comparação com o que tenho visto em outras iniciativas localizadas.

No ano passado, por exemplo, a instituição polemizou dizendo que os supostos presentes dos supostos três reis magos são inúteis, incentivando as pessoas a repensarem suas compras de Natal.

O objetivo era aumentar as doações de vacinas contra poliomielite para crianças carentes, um pedido que continua no novo filme criado pela Forsman & Bodenfors.

size_590_Vacinação_para_poliomielite_em_criança_no_continente_africano

O monólogo de um garoto ironiza a quantidade de likes na página da Unicef no Facebook – quase 200 mil – dizendo que assim fica mais tranquilo, já que certamente ele e seu irmão caçula estarão livres de doenças.

Apenas curtir algo no Facebook não salva a vida de ninguém, e a campanha assina dizendo que com apenas R$ 15 é possível vacinar 12 crianças, que podem ser compradas diretamente no site unicef.se/poliovaccin.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Unicef avisa que like no Facebook não salva vida de ninguém

Deixe o seu comentário