Cerca de 20 mil ratos “tomam” farol no centro de São Paulo

A intervenção urbana é uma das obras do artista Eduardo Srur, que apresenta a exposição Sonhos e Pesadelo.

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

Publicado originalmente no Terra

No Vale do Anhagabaú, no centro de São Paulo, 20 mil ratos “sobem” um farol de nove metros de altura. Os animais são de borracha e graxa, mas querem chamar a atenção para o submundo da capital paulista, que tem 11 milhões de pessoas e 165 milhões de ratos.

A intervenção urbana é uma das obras do artista Eduardo Srur, que apresenta a exposição Sonhos e Pesadelo. “A cidade é um lugar que pode transforma em realidade seu pior sonho ou melhor pesadelo”, explica Srur.

Outras duas intervenções chamam a atenção do público no centro da cidade. A obra Cataventos reúne esculturas gigantes que movimenta-se com a ação do vento e produzem energia eólica, criando um campo de força que desafia a paisagem da Cracolândia.

Na Estação Júlio Prestes, é possível ver a obra Bicicletas, em que 50 bicicletas estão suspensas a 7 metros de altura na frente do vitral do relógio da estação. O objetivo é chamar a atenção para a história e arquitetura do local.

A exposição começou no dia 15 de abril e pode ser vista até o dia 31 de maio.

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

Foto: Fernando Borges / Terra

 

 

 

 

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cerca de 20 mil ratos “tomam” farol no centro de São Paulo

Deixe o seu comentário