“O Brasil andou para trás nos últimos 30 anos”, diz Marcelo Tas

Marcelo Tas e Fernando Meirelles falam sobre Ernesto Varela para a revista "Trip" (foto: Daniel Malva/Divulgação/Revista Trip)

Marcelo Tas e Fernando Meirelles falam sobre Ernesto Varela para a revista “Trip” (foto: Daniel Malva/Divulgação/Revista Trip)

Publicado originalmente no F5

Marcelo Tas, 53, ficou conhecido na televisão com seu personagem Ernesto Varela, um repórter fictício que ironizava personalidades e fazia perguntas desconcertantes, 30 anos atrás.

Atualmente no ar à frente da bancada do programa “CQC”, o apresentador acha que o país regrediu nesse período.

“Fui pouco processado como Varela e hoje eu sou muito mais por causa do ‘CQC’. Os processos hoje são por razões muito mais ridículas. Nesse sentido, o Brasil andou para trás nos últimos 30 anos”, refletiu Marcelo em entrevista para a revista “Trip”.

O diretor Fernando Meirelles, também criador de Ernesto Varela, diz que eles eram mais ousados antigamente.

“Na época do Varela, a gente chutava a canela sem medo. Éramos sempre respeitosos, nunca xingamos ninguém, mas era possível ser contundente e não tinha nenhum advogado ligando no dia seguinte. Hoje é tudo mais cerceado. Se tivesse que pagar todos os direitos autorais, a gente não teria feito nada”

Marcelo Tas vê no humor uma forma de reflexão: “A gente tem que perceber que todos nós somos seres humanos precários, fingindo que não somos mais macacos. O humor é o momento em que você ri dessa precariedade. E nós temos que estar abertos para isso: rir dos outros e de nós mesmos.”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “O Brasil andou para trás nos últimos 30 anos”, diz Marcelo Tas

Deixe o seu comentário