A lição dos seios de Angelina Jolie

Angelina-Jolie_49

Gilberto Dimenstein, na Folha de S.Paulo

pessoas que nos ensinam a mudar o mundo -e a começar por nós mesmos.

Certamente esse é o caso de Angelina Jolie que, depois de fazer uma análise genética, mandou a vaidade para o espaço e preferiu a vida: tirou os dois seios. Isso antes que qualquer tumor tivesse aparecido.

Por ter dois genes falhos, seu risco de contrair um câncer no seio era de 87% – a mesma doença que matou sua mãe ainda jovem. A atriz não queria que seus filhos passassem pelo mesmo sofrimento da perda da mãe.

Jolie está adiantando uma era: a era em que, graças ao aprimoramento da genética, as pessoas vão tomar providências muito antes de qualquer sintoma aparecer.

Não por outro motivo cientistas dizem que crianças que estão nascendo hoje devem viver até os 120 anos com relativa saúde.

Ou seja, os seios de Angelina são uma aula de saúde pública.

E pensar que muitas mulheres não querem parar de fumar com medo de engordar.

*

Uma experiência de solidariedade: tatuadores ajudam mulheres a lidar com a mastectomia, criando arte em seu corpo (veja imagens aqui ).

Comentários

7 ideias sobre “A lição dos seios de Angelina Jolie

    1. Francisco Neto

      Raquel, há um filme chamado Hackers, -piratas de computador, lá pelos idos de 1995, onde Angelina Jolie co-estrela o filme com o primeiro marido dela, o Johnny Lee Miller. Se você observar bem,verá que aos 19 anos, ela já tinha aquela boca, com os lábios bem cheios, mesmo porque naquela época pouco se usava botox.
      Então, quando for comentar algo, vê se adquire algum conhecimento para não falar merda, onde você revela sua ignorancia ou pior, inveja.

      Responder
      1. Fabiana

        Confesso que entrei só pra rir do comentário maldosinho da Raquel e da resposta acertada do Francisco. Mania que temos de julgar e criticar tudo e todos… de vez em quando é bom aprender uma lição. Jesus disse que se teu olho te faz pecar, arranque… logicamente uma metáfora para dizer que temos que arrancar o que não presta de nossas vidas, antes que a gente perca a própria vida.
        Tem outros que a acusam de não ter fé… não tem mesmo, você já foi lá pregar pra ela? E desculpe, mas ela não sendo cristã, faz mais que a gente que só é valente na net. No mais, a mulher é linda com ou sem seios… a vida vale muito mais !!! Go ahed Jolie !!! Jesus Loves You !!!

        Responder
        1. Suely

          Concordo com a Fabiana. Li alguns comentários nas redes sociais em que a atriz era acusada de não ter fé. Como somos rápidos em julgar quando o problema não é nosso… Quanta vaidade há por aí, enquanto na própria igreja as mulheres não conseguem fazer um jejum radical, do tipo “um mês sem salto alto”, inclusive algumas dizem que já nasceram de salto, a atriz superou a sua vaidade em prol da vida. Tem grana (e muita!!!) pode colocar quantos peitos quiser, e tem que ficar mais bonito que o original mesmo. Ponto pra ela, kkkkkkkk

          Responder
  1. Wander

    Com todo respeito, ao ler certos comentários mal fundamentados, preconceituosos e, como já disseram, invejosos (porque a Jolie tem grana, tem beleza e tem CORAGEM, além de compaixão e ação política e social concreta – coisa que falta na grande maioria das igrejas e dos cristãos), seria bom que alguns arrancassem seu cérebro, que não pensa, não funciona direito, não consegue discernir o mundo atual, carecem de autocrítica, acham que Deus é posse dos cristãos evangélicos de certa linha denominacional como se o mundo girasse em torno deles. Como não dá pra arrancar o cérebro, que tal aprender a usá-lo de maneira mais sensata?! Pensar faz bem!

    Responder
  2. Milton Silva

    Acredito que temos que tomar cuidado, pois tudo isso pode virar mais uma paranóia. UM DNA que controla as circunstancias? Todos temos propensão a desenvolver algum tipo de patologia. Imaginemos, que futuramente as empresas de seguro tenham acesso ao nosso adn, recusando-se assim a fazer o contrato, tendo possivel acesso a nossa formação genética, poderemos nós ter seguro saúde?
    Imaginemos também num futturo não tão distante, a pessoa vai passar por uma entrevista de emprego, e como aquela Empresa tem acesso ao adm do entrevistado, se recusará ela em contratá-lo?
    A fobia, o desespero, uma vida de medo, é assim que devemos viver?
    E em casos de casamento? Poderá o futuro reservar escolha de pares com base no adn? Os perfeitos, aqueles cujos códigos genéticos não possuem qualquer mutação casam e os outros, a maioria fica solteiro, pois possuem alguma propensão a doença..
    A vida é feita muito mais por escolhas, a vida precisa ser vivida com fé. Confiar, persistir, crer em Deus, que é capaz de alterar qualquer situação.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>