Globo proíbe menções ao Facebook e Twitter em seus programas

A partir de agora, programas e personagens devem se referir aos sites como “grande rede social” e “rede social de mensagens curtas”, respectivamente.

Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

Publicado originalmente na Exame

Globo proibiu oficialmente a citação das redes sociais Facebook e Twitter em seus programas. A partir de agora, “rede social de mensagens curtas” e “grande rede social” serão os termos usados para fazer referência às duas empresas durante a programação. A informação foi confirmada por Ariadne Guimarães, gerente de produção editorial da empresa.

Em abril, a Globo decidiu retirar links de redirecionamento para seus sites no Facebook. O pequeno tráfego de usuários gerado pelos links foi o motivo apresentado pela empresa para a medida. Apenas 2% do público total do site vinha da rede social.

No mês anterior, a empresa já havia estabelecido uma taxa extra para anúncios que citassem Twitter, Orkut e Facebook. O entendimento é de que a exposição das redes sociais nas propagandas é uma forma de divulgação delas e também deve ser paga.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Globo proíbe menções ao Facebook e Twitter em seus programas

2 Comentários

  1. UM dia desses eu li um artigo do pastor
    Silas malafaia falando na globo, que me abriu bastante a visão.

    Essa emissora é totalmente interessada em ganhar dinheiro, e enganar as familias.

Deixe o seu comentário