Na volta do “Sai de Baixo”, Caco Antíbes critica pobre em aeroporto e grita “Chupa, Feliciano!”

No 1º episódio inédito de "Sai de Baixo", Caco Antíbes (Miguel Falabella) faz piada sobre pobre guardar óleo de fritura (foto: Francisco Cepeda/AgNews)

No 1º episódio inédito de “Sai de Baixo”, Caco Antíbes (Miguel Falabella) faz piada sobre pobre guardar óleo de fritura (foto: Francisco Cepeda/AgNews)

James Cimino, no UOL

O que estariam fazendo Caco Antíbes (Miguel Falabella), Magda (Marisa Orth), Cassandra (Aracy Balabanian), Vavá (Luis Gustavo) e Neide Aparecida (Márcia Cabrita) 11 anos depois do fim do “Sai de Baixo”?

A plateia que esteve no teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, na noite desta terça-feira (4), descobriu que Neide ficou rica e contratou um mordomo que é a cara do Tony Ramos. Exibida, a ex-faxineira do apartamento mais famoso do largo do Arouche manda buscar seus ex-patrões para passar um fim de semana no imóvel que já foi deles e, claro, ir à forra pelas humilhações recebidas.

Desse reencontro, nasceram quatro novos episódios que serão veiculados a partir do dia 11 de junho, às 20h15, no canal a cabo “Viva”, que reprisa o humorístico preferido da presidente Dilma Rousseff. Ela, inclusive, foi alvo de uma das piadas do elitista e impagável Caco Antíbes, que não se conteve e criticou a qualidade dos aeroportos brasileiros. “Dilma, já que você não conseguiu salvar a professorinha, salve os aeroportos!”

Exibido entre março de 1996 e março de 2002, o antigo “Sai de Baixo” não deu oportunidade ao personagem que tinha horror a pobre de vivenciar a ascensão da classe C. Por isso, nessa nova versão dirigida por Dênis Carvalho e escrita pelo jornalista Artur Xexéo, sobraram piadas sobre a nova classe média.

Por exemplo, Cassandra e Vavá ficam impressionados ao chegarem no apartamento de Neide e se depararem com um tomate. A mãe de Magda, que durante esse tempo todo morou na casa de uma tia rica e extremamente sovina, comenta: “O tomate está tão caro que a titia substituiu pelo caviar.”

Já Neide Aparecida conta que ficou rica ao processar uma ex-patroa com base na PEC das empregadas. “Cobrei hora extra, registro, adicional noturno e recebi R$ 3 milhões.”

E sobrou até para o pastor Marco Feliciano. Obrigado a dividir o quarto de empregada com o mordomo interpretado por Tony Ramos, Caco Antíbes não se faz de rogado e diz que no período em que esteve na prisão na Dinamarca teve de aprender a experimentar coisas novas. Ele então pega na mão de Magda e de Tony e diz “Vou pegar esse urso! Chupa, Feliciano!” A platéia, claro, vem abaixo.

Emoções e erros de gravação

Aracy Balabanian é a vítima preferida de Miguel Falabella em cena

Aracy Balabanian é a vítima preferida de Miguel Falabella em cena

Voltar ao mesmo palco onde viveram os cinco personagens durante seis anos emocionou o elenco. Segundo o diretor Dênis Carvalho, todos choraram ao chegar para as duas sessões de duas horas que darão origem a cada episódio.

Só que a emoção deu espaço para a alegria e a sacanagem que sempre imperaram no “Sai de Baixo”. No evento de lançamento do programa, na segunda (3), Miguel Falabella contou que ele e Luis Gustavo nunca decoraram o texto e que Marisa Orth era a única a ter tudo na ponta da língua. Já Aracy Balabanian disse que sua única função era rir dos colegas em cena. Nada disso mudou. Inclusive, a impressão que dava em alguns momentos era a de que o programa nunca se encerrou.

Falabella não perdia nenhuma oportunidade de desconcentrar Aracy com fungadas no cangote e afagos em seus seios. Marisa, como sempre, dava as deixas cada vez que os colegas de elenco se perdiam. E as sacanagens entre os atores eram o ponto alto da performance, como quando Miguel faz piada com a idade de Aracy e ela vira pra ele diz: “Alto lá que o senhor não está com essa bola toda! Cadê aquele tanquinho que fazia sucesso no Carnaval?”

A platéia também dava seu show interrompendo os atores para aplaudir a cada tirada, a cada bordão, inclusive quando Falabella convoca todos a gritar “Cala a Boca, Magda!”

Dani Calabresa, que compunha a lista dos VIPs integrada por Hortência, Zeca Camargo, Negra Li, o cantor Junior e seu pai, Xororó, entre outros, saiu do espetáculo encantada: “Eles são maravilhosos. Eu amei, fiquei muito emocionada, porque eu cresci assistindo o ‘Sai de Baixo’. Eu virei humorista por causa deles. Eu queria fazer o que eles faziam!”

Os quatro episódios foram feitos em comemoração dos três anos do canal “Viva” e ao ar nos dias 11, 18 e 25 de junho e 2 julho às 20h30.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Na volta do “Sai de Baixo”, Caco Antíbes critica pobre em aeroporto e grita “Chupa, Feliciano!”

2 Comentários

  1. JoNeS disse:

    Grande droga!
    Uma coletânea de tolos insanos e idiotas, velhos bobalhões incultos e da boca suja, só mesmo a cambada inútil e fútil dessa nação para achar um lixo desses como algo “bom”…
    Falam, desmerecem, humilham, difamam, e são aplaudidos?
    Quem aplaude uma porcaria desse calibre?
    Eu que não!!!
    Aliás, essa “mírdia” intencionada e imoral, por mim que sucumba em sua própria desgraça!!!

Deixe o seu comentário