Hálito das ruas produz bom senso na Câmara

PEC37JoseCruz

Josias de Souza, no UOL

A Câmara acaba de rejeitar a PEC 37 –aquela proposta de emenda à Constituição que retirava o poder do Ministério Pública de realizar investigações criminais. A proposta obteve apenas 9 votos a favor. Votaram contra 430 deputados. Houve 2 abstenções. Ninguém se animou a defender o projeto.

Há duas semanas, antes que a rapaziada descesse ao meio-fio, era grande, muito grande, enorme o risco de aprovação da proposta. Algo que daria às polícias federal e civil o monopólio da investigação. O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) produziu a melhor explicação para a reviravolta:

“O hálito quente das ruas no cangote da maioria dos partidos os fez ficar contra a PEC 37, levando-nos a essa surpreendente quase unanimidade”. Mais cedo, os deputados já haviam bloqueado o repasse de R$ 43 milhões para a Copa. De novo, o bafo.

Mais do que soprar, a multidão que tomou a ruas mostrou os dentes. O brasileiro sempre foi visto como cachorro que não morde. Há muito tempo deixara de abanar o rabo. De repente, foi ao asfalto para distribuir mordidas. Os congressistas estão com medo. “Vai ao arquivo!”, acaba de anunciar o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Hálito das ruas produz bom senso na Câmara

Deixe o seu comentário