A fúria de um cliente que não foi devidamente atendido

Izzy Lulz, no Bobagento

O rapaz fez suas compras e a empresa estabeleceu prazos para a entrega, porém não entregaram nada. Ele desistiu das entregas e pediu seu dinheiro de volta, mas a empresa disse que devolveria em um certo prazo de dias, o que fez o rapaz se revoltar ainda mais, por ferir o código do consumidor. O próprio cliente desistiu do reembolso e deu seu jeitinho de ficar quite com a empresa de materiais de construção.

aplauso

Agora sim! Cliente bom é cliente satisfeito!

dica do Matheus Wondracek

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for A fúria de um cliente que não foi devidamente atendido

1 Comentário

  1. Wander disse:

    Eu não vou aqui defender o rapaz, embora concorde que às vezes a vontade que dá é fazer isso mesmo. O que creio que não está claro para as empresas é que não dá mais para sermos tratados da forma como somos tratados aqui no Brasil. Já chega de desrespeito e, embora premeditado o ataque, serve como alerta para as empresas de que não é mais possível agir assim. Tantos ISO nove mil e não sei o quê, e certificações, e propagandas de bom atendimento não resolvem. As empresas ainda não conseguem resolver seus problemas de atendimento. Chega disso. E chega de defender as empresas! Eles já ganham horrores, mesmo tirando todos os impostos. E estão aí para lucrar, obviamente. Por isso tem que tratar bem o cliente e resolver problemas desse tipo é na hora, ou com prazos muito mais curtos! Só nós brasileiros aceitamos esse tratamento. Em qualquer outro lugar do mundo isso já teria sido resolvido muito antes.

Deixe o seu comentário