Chef paulistano lança hóstia gourmet para visita do papa

Comer hóstia não-consagrada com chocolate amargo e doce de leite não é pecado, diz teólogo; nutricionista discorda

 Ghóstia: duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite (Foto: Redação Vejasaopaulo.com )


Ghóstia: duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite
(Foto: Redação Vejasaopaulo.com)

Publicado originalmente na Veja SP

Duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite. Por fim, banha-se tudo em mais chocolate. Falando assim, parece um pecado, mas o chef confenteiro Lucas Corazza pensou em outro nome para criação.

“Eu chamo de ghóstia, que é a hóstia com ‘gê'”, diz, emendando a explicação: “o ‘gê’ é de gourmet”.

De olho na visita do papa Francisco ao país, que começa na próxima segunda (22), o chef paulistano mostra no vídeo acima como é o preparo do seu doce de hóstia.

O elemento católico da receita, neste caso, não tem nada de sagrado.

As hóstias precisam ser consagradas para terem a simbologia religiosa e se tornarem “pão sagrado”, conforme explica o teólogo Valdex da Silva.

“Não tem nada que o diferencie de outros pães”, diz Silva, sobre o biscoito feito de água e farinha de trigo.

A nutricionista Carol Morais, do site Fale com a Nutricionista, vê a questão sob outro ângulo.

“Na verdade, a única coisa legal nesse docinho é o chocolate amargo, que é antioxidante”, afirma. Segundo ela, comer uma ghóstia “de vez em quando” é válido, “mas todo excesso é pecaminoso”.

Para quem não tem medo de ir para o inferno calórico, Corazza vende por encomenda suas receitas com bolachinhas empregadas na comunhão –cada uma sai por R$ 3,50. As encomendas podem ser feitas pela página do chef no Facebook.

Quem estiver interessado em criar sua própria receita com hóstias deve procurá-las em lojas de artigos religiosos ou confeitarias.

dica da Rina Noronha

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Chef paulistano lança hóstia gourmet para visita do papa

Deixe o seu comentário