Evangélica se emociona ao ver filha segurada por Francisco

Diana Brito, na Folha de S.Pauloevangelica

A evangélica Thaís Albuquerque Ramos se emocionou ao ver a filha de um ano e oito meses nos braços do papa Francisco, na tarde de ontem, durante desfile do pontífice pelo centro do Rio. A jovem acompanhava uma amiga católica quando foi surpreendida com o pedido do papa para segurar a menina.

“É muito emocionante. Não sei explicar a sensação. As minhas pernas começaram a tremer”, disse, chorando, a mãe.

O papa apontou a criança e seguranças a levaram até ele. Francisco levantou a menina, a beijou e a abraçou, na esquina da rua Araújo Porto Alegre com a rua México.

Izadora adormeceu, em seguida, no colo da mãe.

Fiéis quiseram tocar e fotografar a criança, que virou símbolo de “boas vibrações”.

De família humilde, Thaís vive na Pavuna (zona norte). Ela trabalha como cabeleireira e diz que passa por um momento de crise no casamento. Deixou o marido em Brasília há cerca de um mês para voltar a morar com o pai no Rio.

“Minha amiga falou pra gente ficar pertinho do gradil para quando o papa viesse eu levantar minha filha”, disse.

A jovem afirmou que se sente “grata”, mas garante que não vai mudar de religião, nem influenciar na escolha da filha.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Evangélica se emociona ao ver filha segurada por Francisco

9 Comentários

  1. Cris disse:

    SOU EVANGÉLICA, MESMO Q SE TIVESSE ACOMPANHADA DE UMA AMIGA, Ñ IRIA VÊ-LO, NÓS, EVANGÉLICOS O RESPEITAMOS, MAIS FICAR ALÍ EM PÉ PARA VÊ-LO, Ñ; CLARO Q POR CURIOSIDADE PODEMOS SABER DAS NOTÍCIAS PELA TV, MAIS TÁ ALÍ… !

  2. Samuel de Souza disse:

    Com certeza Abel Cavalcante, que o diga vossa senhoria…

  3. eduardo disse:

    A principio nenhum problema do papa beijar a menina, algo bonito, ou até marketeiro…
    Agora, tocarem na menina, como se ela fosse trazer boas vibrações só reforça o pensamento que a idolatria é o calcanhar de aquiles do catolicismo

    • Ronaldo Castro disse:

      O que você entende de idolatria é o mesmo que eu entendo de engenharia aero -espacial. Não fale asneiras!!! Continue enchendo a pança desses farsantes que se dizem “pastores” e vivem pedindo dinheiro. O Cristo, dos que creem, distribuia o que tinha e não ficava se entupindo de $$$$$$ como esses golpistas.

      • Diego Madruga disse:

        Qual a relação do seu comentário com o do Eduardo? Ele relacionou a idolatria da igreja católica com as supostas boas vibrações vindas do bebe que o papa tocou (o que se mostra claro na notícia). Veja que nada foi dito sobre sua convicção religiosa…

  4. Karla Félix disse:

    Enquanto vocês ficam discutido religião, o Papa tá orando por todas as nações!

  5. Nolasco disse:

    Todos nós seres humanos temos a necessidades de crermos possuímos fé e como já foi dito por vários companheiros temos a liberdade de crermos da forma em que queremos, não podemos julgar a forma de expressão de fé não querendo comparar mas na época em que Jesus viveu todos independente da religião saiam para ver o mestre e a grande verdade que só hoje demos o real valor a Ele, é lógico que não podemos comparar Jesus Cristo com o Papa, mas a expressão de fé das pessoas é que está em questão. Acredito que Deus tem aceitado a exposição de fé das pessoas levando em consideração a falta de conhecimento. Cada religião tem a sua doutrina e devemos respeitar e mais do que nunca termos amor para realizar um processo difícil que se chama discipulado pois o conhecimento é que traz o esclarecimento.

  6. gerson disse:

    E conhecereis a verdade e a verdade vos libertara. joão 8:32.
    é so ler a palavra de Deus para as escamas caírem dos nossos olhos.

  7. Carlos disse:

    Tá todo mundo querendo a razão! Vamos fazer o seguinte: vamos deixar a Bíblia falar!…
    Chegaremos a uma simples conclusão e sem ofensas!… Estamos preocupados com coisas erradas! Devemos nos preocupar com o discipulado!

Deixe o seu comentário