AfroReggae vai voltar a funcionar no Complexo do Alemão

Reunião que decidiu a reabertura da sede do AfroReggae (foto: Reprodução)

Reunião que decidiu a reabertura da sede do AfroReggae (foto: Reprodução)

Publicado originalmente no Extra

Pouco mais de uma semana após anunciar o término das atividades do AfroReggae no Complexo do Alemão, o coordenador da ONG, José Junior, anunciou pelo Twitter que a sede será reaberta nesta terça-feira. “Reunião com as equipes do @AfroReggae e tomamos uma decisão: Reabrirmos o Alemão!”, escreveu Junior na rede social.

Segundo depoimento de Junior à Delegacia de Combate às Drogas, no último dia 18, um líder comunitário da favela foi procurado por três traficantes do local. Eles teriam afirmado que se o AfroReggae não saísse do Complexo do Alemão, o tráfico iria “explodir tudo”.

— Existe uma questão de segurança séria, as pessoas da equipe podem ser assasinadas. Tenho muito receio que os ex-traficantes que tiramos do crime sejam atingidos também — disse, na época.

Ele acusa o pastor Marcos Pereira, líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, que está preso, de ser o mandante. Segundo Júnior, o pastor, preso em Bangu por acusação de estupro de duas fiéis da Igreja, também estaria por trás do incêndio na pousada mantida pelo AfroReggae, que ocorreu na madrugada do dia 16.

O prédio do AfroReggae (foto: Pablo Jacob / O Globo)

O prédio do AfroReggae (foto: Pablo Jacob / O Globo)

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for AfroReggae vai voltar a funcionar no Complexo do Alemão

Deixe o seu comentário