Vaga para estágio em estúdio pornô em SP recebe mais de 500 currículos

brasileirinhas

Chico Felitti, na Folha de S.Paulo

A bolsa-auxílio de R$ 900 não é astronômica e os benefícios se resumem a R$ 6 diários de vale transporte e vale-refeição a combinar. Mesmo assim, a vaga de estágio para tratar imagens do estúdio pornográfico Brasileirinhas recebeu mais de 500 currículos desde que foi anunciada na internet, nesta semana.

“Pelo que eu vi, já tem de 500 currículos para mais”, diz o diretor da produtora, Clayton Nunes. A vaga pede conhecimentos de linguagens digitais como PHP e HTML e o anúncio avisa em uma observação: “Não possuir restrição para trabalhar com conteúdo adulto”.

Afinal, o estúdio tem entre as estrelas do seu catálogo nomes como Kid Bengala e famosos que fazem incursões no mundo do pornô, como Rita Cadillac, Alexandre Frota e Gretchen.

Mas a disputa candidato/vaga é menor do que o número grande de postulantes pode sugerir. “A maioria [dos currículos que chega] é na brincadeira. Sério mesmo não chega a 10%”, afirma Nunes. “É cheio de tarado.”

TODA NUDEZ SERÁ TRATADA

Dos 30 funcionários que batem cartão no escritório, em lugar não revelado do centro da cidade, “uns 20 são mulheres”, afirma o chefe. “E ninguém trabalha pelada, como pensam uns caras que se candidatam. Quando vem alguma atriz, ela passa por aqui rapidinho. E de roupa.”

Além de só ver gente nua na tela do computador, o estagiário terá um bom trabalho pela frente. “Lançamos uns 12 filmes por mês. E todas as fotos, seja pra capa do DVD ou para o site, precisam de um tratamentozinho. É um trabalho legal”, garante o contratante.

Mas o encanto pelo material de ofício se quebra rápido, garante o empresário. “Em duas semanas, vira produto. Você se familiariza de tal forma que vira como se você estivesse tratando imagem de Bom Bril.”

dica do Ed Brito

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Vaga para estágio em estúdio pornô em SP recebe mais de 500 currículos

Deixe o seu comentário