Site do PMDB é hackeado e questiona ‘Cadê o Amarildo?’

pmdb-site

Publicado no Estadão

O site do PMDB, partido do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi hackeado pelo grupo Anonymous Brasil. Às 14h30 desta segunda-feira, 12, a página exibia a mensagem “Sérgio Cabral, cadê o Amarildo?”.

Um texto e um vídeo postados no site pelos manifestantes relatam o desaparecimento do pedreiro Amarildo Dias de Souza no dia 14 de julho. Morador da favela da Rocinha, Amarildo foi levado por policiais militares até a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local para prestar esclarecimentos e não foi mais visto. “O Rio quer saber onde está Amarildo! O Brasil quer saber onde está Amarildo!O Brasil quer saber, senhor governador, para onde a Polícia Militar do Rio de Janeiro levou o Amarildo”, diz a nota publicada.

Ainda de acordo com a publicação grupo, em 2012 mais de 2000 pessoas desapareceram no Rio de Janeiro. “Lutar pelo Amarildo é mostrar que está cansado dessa política inescrupulosa e cansado seja de qual partido for, PMDB, PSDB, PT”, diz a mensagem.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Site do PMDB é hackeado e questiona ‘Cadê o Amarildo?’

1 Comentário

  1. Maiara disse:

    Então: quem está usando politicamente o incidente que responda. O Amarildo poderia ser um dos milhares de desaparecidos pelo tráfico ou pelos esquadrões da morte, polícias mineiras e tantos outros tipos de jagunços e marginais que por tanto tempo dominaram as comunidades cariocas e brasileiras em geral e ainda dominam, em tantos locais. Só que não dava Ibope falar nisso, até resolverem jogar a conta nas costas de um governador que querem derrubar na marra, mais para provar que é possível fazer isso sem ser pelas vias legais. Em geral funciona assim: quem acusa detém o ônus da prova. Quem chama Cabral de assassino ou a sua PM de assassina teria que provar o caso, ou não é assim? Senão vira mais um ‘mensalão’ onde se condena sem provas, só pelo clamor de grupos. Atribuir culpa e autoria de um delito antes de ter todas as provas sobre o fato não é apenas leviano, é desonesto.

Deixe o seu comentário