Vereador da ‘frente cristã’ quer proibir anúncio de acompanhante em SP

Diego Zanchetta, no Estadão

Líder da Frente Parlamentar Cristã, formada por 16 dos 55 vereadores paulistanos, Eduardo Tuma (PSDB) apresentou projeto de lei que proíbe jornais e revistas de veicularem anúncios de acompanhantes em São Paulo.

Segundo a argumentação do projeto, as empresas de comunicação que anunciam garotas de programa cometem “crime de rufianismo, que nada mais é que tirar proveito da prostituição alheia.” A proposta também visa combater a prostituição infantil, segundo Tuma. A propaganda de serviços de disk-sexo também fica proibida.

“O projeto de lei é proposto justamente para inibir a prática de crimes relacionados com a prostituição infantil, uma vez que tais anúncios podem e devem envolver pessoas que não são maiores de idade”, diz o vereador tucano na proposta. A bancada dos evangélicos assinou apoio à proposta e deve conseguir aprová-la no plenário em duas votações até o final de setembro.

Leia abaixo o texto apresentado por Tuma e que começou a tramitar hoje no Legislativo paulistano:

foto-5

dica do Sidnei Carvalho de Souza

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Vereador da ‘frente cristã’ quer proibir anúncio de acompanhante em SP

Deixe o seu comentário