Estudo comprova que fazer sexo mais de quatro vezes por semana melhora vida profissional

Pessoas sexualmente ativas ganham 5% a mais do que as que não tem relação regulamente

 Falta de sexo pode causar ansiedade social e até depressão (foto: Thinkstock)

Falta de sexo pode causar ansiedade social e até depressão (foto: Thinkstock)

Publicado originalmente no R7

Um estudo realizado no Reino Unido com 7.500 pessoas com idade entre 26 e 50 anos revelou que pessoas que fazem sexo pelo menos quatro vezes por semana ganham 5% a mais do que aquelas que não têm uma vida sexualmente ativa. A pesquisa também apontou que falta de relação sexual pode causar ansiedade e depressão. As informações são do jornal Daily Mail desta sexta-feira (16).

Coordenado pelo professor Nick Drydakis, da Anglia Ruskin University, o estudo mostrou que a falta de sexo pode afetar a vida profissional. Segundo ele, as pessoas precisam satisfazer suas necessidades básicas para ter sucesso na vida: comer, beber, dormir e ter relações sexuais.

— As pessoas precisam amar e serem amadas e isso inclui o sexo. Na ausência destes elementos, muitas pessoas se tornam suscetíveis à solidão gerando problemas de comportamento que podem influenciar no ambiente de trabalho.

Em relação ao salário, a teoria da pesquisa é que profissionais com salários mais altos são capazes de comprar presentes ao parceiro e isso pode ser recompensado com o sexo. Outra hipótese é que a renda permite que as pessoas tenham mais vida social.

—  A atividade sexual é um aspecto fundamental para a saúde pessoal e o bem-estar social, influenciando pessoas em todo o ciclo de vida.

O estudo, que contou com a participação de casais heterossexuais e homossexuais, questionou temas como saúde, atividade sexual, situação de emprego e salário.

dica do Sidnei Carvalho de Souza

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Estudo comprova que fazer sexo mais de quatro vezes por semana melhora vida profissional

Deixe o seu comentário