Site se dispõe a ensinar mandarim com “professoras” sensuais

De acordo com os criadores do Sexy Mandarin, a ideia é dar uma nova dinâmica às aulas online e oferecer aos alunos um aprendizado prazeroso.

Sexy Mandarin espera ensinar o idioma chinês de maneira singular

Sexy Mandarin espera ensinar o idioma chinês de maneira singular

Publicado no iG

Todo mundo sabe da importância de dominar outros idiomas. No mercado de trabalho cada vez mais competitivo, profissinais que falam outras línguas se destacam logo na primeira entrevista de trabalho.

Um idioma que tem ganhado cada vez mais força e está sendo amplamente ensinado é o mandarim. Embora haja um aumento no número de escolas que ensinam, você pode optar por um curso online com alguns atrativos para prender sua atenção: o Sexy Mandarim.

O curso foge dos padrões. As professoras são modelos seminuas que ensinam frases e algumas expressões cotidianas enquanto interagem com o aluno.

O serviço foi iniciado no final de 2012 por Mick Gleissner, fotógrafo de moda alemão que mora em Hong Kong, e sua namorada, Kaoru Kikuchi, designer de joias e modelo japonesa.

De acordo com os criadores do projeto, a ideia surgiu justamente por se tratar de um idioma complicado. O novo modelo propõe dinamizar a aula e dar ao estudante um aprendizado completo e prazeroso. Para que não digam que as aulas não tem nada que remeta à seriedade, o grupo de professores conta com o “Sr. Fung”, um simpático senhor de óculos feito em animação.

Na página da escola é possível escolher a professora em um catálogo com fotos, uma pequena biografia e respostas a perguntas como o “que a professora procura em um homem”. Bons estudos!

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Site se dispõe a ensinar mandarim com “professoras” sensuais

Deixe o seu comentário