Um minuto de exercícios por dia é suficiente para melhorar a saúde

foto: ©Stockbyte

foto: ©Stockbyte

Publicado no Discovery

O sedentarismo é uma das grandes causas de doenças renais, obesidade, diabetes e outras enfermidades, sobretudo cardíacas. Mesmo assim, muitas pessoas não mudam seu estilo de vida para se tornar mais ativas.

Nos Estados Unidos, menos de 4% da população pratica os 150 minutos de exercícios semanais recomendados pela Organização Mundial de Saúde. A maioria alega que não tem tempo para se exercitar, mas agora já não há mais desculpa para não se mexer.

Novos estudos afirmam que os benefícios não dependem necessariamente da intensidade e frequência da atividade, e que um minuto em movimento pode bastar para melhorar a qualidade de vida e perder peso.

Essa é uma das conclusões de uma pesquisa recente realizada por cientistas da Universidade de Utah, Estados Unidos. Durante sete dias, eles usaram um acelerômetro que mediu a intensidade e duração dos movimentos diários realizados por um grupo de 4.500 adultos, de 18 a 64 anos. A equipe chegou à conclusão de que sessões diárias, breves e intensas, poderiam ter o mesmo efeito de exercícios mais moderados e prolongados.

“Quando se trata de manter o peso ideal e melhorar a qualidade de vida, cada movimento conta. A intensidade do exercício é mais importante que sua duração”, afirma Jessie Fan, pesquisadora da Universidade de Utah.

Caminhar de forma vigorosa, usar a bicicleta como meio de transporte, subir e descer escadas, passear com o cachorro, andar enquanto fala ao telefone, correr para pegar um ônibus, ou qualquer outro movimento saudável que aumente a frequência cardíaca beneficia a saúde e queima calorias.

A ideia é aproveitar ao máximo esse minuto de ouro, cujo valor também foi confirmado em um estudo realizado pela Universidade Estadual do Oregon (OSU). Os pesquisadores não encontraram diferenças significativas de pressão arterial e colesterol entre os dois grupos: o primeiro executou atividades físicas intensas e curtas, e o segundo praticou exercícios durante períodos mais longos.

“Temos a ideia de que se não fizermos 30 minutos de atividade física por dia, não adianta. Os resultados de nossos relatórios demonstram o contrário, e é mais realista quanto às possibilidades e ao tempo necessários para obter resultados positivos”, garante Brad Cardinal, co-diretor do Programa de Psicologioa do Esporte e do Exercício da OSU.

Levando em conta os muitos benefícios do exercício, mas também o argumento da falta de tempo, o Instituto de Desempenho Humano de Orlando, Flórida, desenvolveu um circuito de treinamento de alta intensidade de apenas sete minutos.

Isso não desmerece os benefícios de praticar exercícios durante mais tempo do que o mínimo recomendado. No entanto, estudos como esses rebatem a teoria convencional segundo a qual é preciso realizar atividades físicas por um tempo prolongado para melhorar a saúde e queimar calorias.

Como destacou a Dra. Aditi Nerukar, médica no Centro Médico Beth Israel Deaconess de Boston, fazer algo de bom para a saúde, por mais simples que seja, é melhor do que não fazer nada. Para isso, Nerukar sugeriu algumas dicas saudáveis que qualquer pessoa pode seguir em menos de um minuto.

foto: ©mikebaird/Creative Commons

foto: ©mikebaird/Creative Commons

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Um minuto de exercícios por dia é suficiente para melhorar a saúde

Deixe o seu comentário