Bate-boca fica sério e Sinéad O’Connor ameaça processar Miley Cyrus

Depois de ser ironizada por Miley Cyrus no Twitter, a cantora irlandesa decidiu deixar de lado o tom de mãe e avisou que vai recorrer a seus advogados caso Miley não apague as mensagens na rede social

Publicado na Veja on-line

Sinéad O’Connor e Miley Cyrus estão definitivamente batendo boca na internet. Depois de aconselhar a cantora americana a não se deixar “prostituir” pela indústria da música e em troca ser ironizada por Miley em sua página no Twitter, a irlandesa soltou os cachorros novamente – dessa vez, com um tom bem menos maternal. Entre a noite desta quinta-feira e a manhã desta sexta, Sinéad escreveu mais duas cartas abertas, intercaladas por respostas de Miley em seu Twitter. No auge da discussão, a cantora de 46 anos ameaçou recorrer a seus advogados caso Miley não deletasse os tuítes sobre ela.

“Miley… Sério? Quem está te aconselhando? Porque me enfrentar é mais idiota do que se comportar como uma prostituta e chamar isso de feminismo”, atacou Sinéad na segunda carta aberta, postada em sua página no Facebook. “Você postou hoje tuítes meus que são de 2 anos atrás, postados por mim quando eu não estava bem e procurava ajuda. Ao fazer isso, você zombou de mim e de Amanda Bynes por termos sofrido de problemas mentais e por termos procurado socorro.”

E, se antes a irlandesa temia que Miley poderia acabar em uma clínica de reabilitação, desta vez ela foi além e disse que não duvidava de que a ex-Hannah Montana sofresse de males mentais. “Você tem ideia de quão idiota e perigoso é zombar de pessoas que sofrem de doenças? Você vai sofrer dessas doenças, não há dúvidas. O percurso que você tomou só pode levar a isso, confie em mim.” Não satisfeita com a ameaça, Sinéad finalmente falou sobre questões legais. Disse também que Miley deve ser abordada por advogados de grupos de defesa de saúde mental.

“Além disso, você postou uma foto em que eu rasgava a imagem do papa (João Paulo II)… para deixar nas entrelinhas minha insanidade. Ao fazer isso, você só conseguiu expor a sua impressionante ignorância”, continuou, na segunda carta. “Ao zombar disso, você tira sarro de todas as crianças que sofreram abuso sexual de padres, que tiveram essas histórias escondidas pelo Vaticano. Você deveria se educar, caso não esteja ocupada demais deixando seus seios de fora”, terminou.

Miley não perdeu tempo e escreveu em seu Twitter, com um tom bem mais ameno que o anterior: “Sinéad. Eu não tenho tempo para escrever uma carta aberta dirigida a você porque estou me apresentando e fazendo shows no Saturday Night Live (programa de TV de variedades) nesta semana. Então, se você quiser me encontrar e conversar, me avise na próxima carta :)”

Pouco depois, Miley recebeu a resposta. “Eu não tenho interesse algum em encontrar você. Você teve tempo demais ontem para abusar de Amanda Bynes… uma pessoa completamente inocente… e de mim, que também não fiz nada para merecer seu abuso”, escreveu Sinéad, em sua terceira e — até aqui — última carta. “Assim que você pedir desculpas a Amanda Bynes, a mim e a todos os que sofreram de doenças mentais e de abusos por padres, o assunto estará encerrado para mim.”

dica do Ailsom Heringer

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Bate-boca fica sério e Sinéad O’Connor ameaça processar Miley Cyrus

Deixe o seu comentário