“Não deixe que te prostituam”, pede Sinéad O’Connor em carta a Miley Cyrus

A polêmica apresentação no Video Music Awards 2013 ao lado de Robin Thicke.

A polêmica apresentação no Video Music Awards 2013 ao lado de Robin Thicke.

Publicado no UOL

A cantora Sinéad O’Connor publicou uma carta aberta para Miley Cyrus, pedindo para a ex-artista da Disney não permitir que a indústria da música a transforme em uma “prostituta”. Em um longo texto, Sinéad ainda afirma que o talento de Miley é maior do que sua nudez.

“A indústria musical não dá a mínima para você, ou para qualquer uma de nós. Eles vão te prostituir por tudo que você vale e habilmente fazerem você pensar que isso é o que VOCÊ  queria… e quando você acabar em uma clínica de reabilitação por ter sido prostituída, “eles” vão estar em seus iates em Antígua, que eles compraram com a venda de seu corpo, e você vai se sentir muito sozinha”, diz Sinéad na carta.

O conselho da cantora irlandesa vem em resposta à entrevista de Miley à “Rolling Stone”, onde afirmou ter buscado inspiração no icônico vídeo de Sinéad, “Nothing Compares 2 U”, para o clipe de “Wrecking Ball”. No vídeo da compositora, lançado em 1990, e que impulsionou o sucesso da música escrita por Prince, a câmara fecha no rosto da irlandesa que canta e derrama uma lágrima. Em “Wrecking Ball”, há uma cena parecida, em que Miley encara a câmera e também chora.

“Eu escolhi aparecer daquele jeito no clipe de propósito, em um momento em que minha gravadora me incentivava a fazer o que você tem feito. Eu senti que eu preferia ser julgada pelo meu talento e não pela minha aparência. Estou feliz por ter feito essa escolha”, compara Sinéad.

Sinéad admite que se sente lisonjeada em servir como uma espécie de modelo para Miley, mas critica a cantora por focar mais nas polêmicas e na sensualidade — como ser fotografada nua ou “lambendo marretas”em “Wrecking Ball” — do que no próprio  talento. “Suas gravações são boas o suficiente para você não precisar danificar a Hannah Montana. Ela está bem longe agora. Não é por você ter ficado nua, mas por você ter feito grandes discos”.

Miley queria fazer topless no VMA
Na esteira do lançamento de seu disco “Bangerz”, no próximo dia 8, Miley Cyrus também estreou uma espécie de documentário na MTV.

Em “Miley: The Movement”, ela é seguida por uma câmera durante a feitura do novo trabalho até o momento em que entrou no palco do VMA para a polêmica apresentação com Robin Thicke.

Em conversa com Britney Spears, que participa do disco na faixa “SMS”, Miley revelou que pensava em mostrar os seios no show da premiação. “Mas eles (MTV) não permitiriam isso”, confidenciou.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “Não deixe que te prostituam”, pede Sinéad O’Connor em carta a Miley Cyrus

1 Comentário

  1. Chico disse:

    Não consigo ver naturalidade nessas performances da Miley. Não gostaria de vê-la se acabando como algumas outras no passado…

Deixe o seu comentário