Materialismo torna mais difícil lidar com traumas

Ruvio afirma estar planejando pesquisas futuras que deverão abordar a relação entre o estresse e o materialismo em diferentes contextos, sob riscos e ameaças diferentes. (foto: MSU)

Ruvio afirma estar planejando pesquisas futuras que deverão abordar a relação entre o estresse e o materialismo em diferentes contextos, sob riscos e ameaças diferentes. (foto: MSU)

Publicado no Diário da Saúde

As pessoas materialistas experimentam mais estresse por conta de eventos traumáticos e são mais propensas a gastar compulsivamente por causa desses incidentes.

“Quando as coisas ficam difíceis, o materialista vai às compras,” resume Ayalla Ruvio, da Universidade Estadual de Michigan (EUA).

“E este comprar compulsivo e impulsivo é susceptível de produzir ainda mais estresse e menor bem-estar. Essencialmente, o materialismo parece fazer os eventos ruins ainda piores,” acrescenta.

Pessoas altamente materialistas, quando confrontadas com uma ameaça mortal – o estudo analisou pessoas em zonas de conflito – apresentam níveis muito mais elevados de sintomas de estresse pós-traumático e compras impulsivas e compulsivas do que seus vizinhos menos materialistas.

Essas pessoas orientadas à posse tendem a ter uma autoestima mais baixa, diz Ruvio, acrescentando: “A relação entre o materialismo e o estresse pode ser mais prejudicial do que se imagina.”

Efeitos do materialismo

Para a segunda parte do estudo, os pesquisadores se propuseram a examinar os fatores por trás dos efeitos do materialismo.

Eles entrevistaram 855 residentes nos Estados Unidos, perguntando sobre sua natureza materialista e seu medo da morte.

Os resultados revelaram que as pessoas materialistas são mais propensas a tentar aliviar o medo da morte por meio de gastos impulsivos e fora de controle.

Neste caso, os efeitos não ocorreram apenas em resposta a uma ameaça específica, como um ataque terrorista, mas como uma forma de lidar com a ansiedade em geral sobre a morte.

Assim, o efeito da intensificação que o materialismo exerce sobre o estresse extremo parece ser impulsionado por uma resposta global ao medo da morte e pela baixa auto-estima.

Segundo os pesquisadores, as conclusões deste trabalho podem ser estendidas a uma grande variedade de contextos.

O estresse pós-traumático surge a partir de uma série de eventos, tais como acidentes automobilísticos, agressões criminosas e desastres naturais.

Ruvio afirma estar planejando pesquisas futuras que deverão abordar a relação entre o estresse e o materialismo em diferentes contextos, sob riscos e ameaças diferentes.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Materialismo torna mais difícil lidar com traumas

Deixe o seu comentário