Reinaldo Azevedo: “Eu continuo na VEJA.com e serei colunista da Folha”

Publicado por Reinado Azevedo

Vindo de onde vem, tudo bem pensado, não surpreende. Mas não deixa de ser estarrecedor. O site “247”, que se tornou o centro nervoso da operação do lulo-petismo na Internet, dá em manchete, naquele estilo muito característico, em letras garrafais, a suposta notícia: “REINALDO ESTÁ FORA DE VEJA. VAI PARA A FOLHA”. Não! O “247” não ouviu a VEJA. O “247” não ouviu a “Folha”. O “247” não me ouviu. A verdade: continuo na VEJA.com e terei uma coluna semanal na Folha de S.Paulo. E, não tardará, haverá outras novidades.

Vejam esta primeira imagem. É bastante eloquente.

BRASIL-247-480x317

No alto, o logotipo da Caixa Econômica Federal. Estatal comandada por petistas. À esquerda, o logotipo do BRB, banco estatal do Distrito Federal. Comandado por petistas. O logo da CEF é rotativo. A alternativa é o do Banco do Brasil, comandado por petistas.

Quem decidir ler a “reportagem” do 247 encontrará estas pérolas:
“247 – Primeiro a boa notícia: o blogueiro Reinaldo Azevedo, expoente máximo do neoconservadorismo brasileiro, não está mais na Veja, maior revista semanal do País, que pertence à Editora Abril, de Giancarlo Civita.
Agora, a má notícia: foi contratado pela Folha, maior jornal do País, comandado por Otávio Frias Filho.”

Para o “247” e aqueles que o financiam, só haveria uma boa notícia: eu não ter emprego. Bem, a primeira boa notícia é que continuo na VEJA.com. A segunda boa notícia é que serei, sim, colunista semanal da “Folha”. E haverá, em breve, outras boas notícias.

O site diz ainda que sou “um dos blogueiros mais polêmicos do País, notório pela aversão ao PT e por disseminar o ódio no debate político (…)”.

Vamos ver . A área de comentários do site traz o seguinte aviso ou advertência:

247 - condições para comentários

Leiam alguns dos comentários que estão lá neste momento, com o patrocínio do governo Dilma (como se vê), da CEF e do Banco do Brasil. Volto em seguida.

247 - comentários com logos

Logo, deve-se entender que coisas como “rola-bosta”, “tolete de fezes”, “Reinaldete franga”, entre inúmeras outras delicadezas, não são “comentários agressivos”. Segundo o “247”, eu dissemino “o ódio no debate político”.

Esse é o jornalismo e o amor patrocinados pela CEF.
Esse é o jornalismo e o amor patrocinados pelo Banco do Brasil.
Esse é o jornalismo é o amor patrocinados pelo governo Dilma.

Vamos ao trabalho, que é disso que eu vivo. Como sabem, costumo ignorar essa gente. O “247″ é hoje só o centro-nervoso do lulo-petismo na Internet, como sabe José Dirceu. Vamos ver qual será a próxima teoria conspiratória financiada por Dilma, BB e CEF. Daqui a pouco, o “247″ vem a público para “informar” que desisti de pedir demissão, ou que a Abril desistiu de me demitir, porque, fuçadores como são (e como fuçam!), eles descobriram tudo… Vale dizer: o “247″, que me quer sem emprego, teria colaborado para que eu o mantivesse… Se e quando eu tiver mais novidades, e terei, anuncio aqui. Ainda sou a melhor fonte sobre a minha vida profissional.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Reinaldo Azevedo: “Eu continuo na VEJA.com e serei colunista da Folha”

Deixe o seu comentário