Conheça igrejas centenárias que viraram cervejaria, livrarias e boate

Restaurados, templos religosos de até 700 anos atrás abrigam negócios.
Estabelecimentos laicos preservam bancos, vitrais, confessionário e altar.

dsc_1910

Livraria Waanders in de Broeren, que funciona dentro de uma igreja gótica na Holanda (Foto: Divulgação/Hans Westerink/Waanders in de Broeren)

Publicado no G1

O ambiente de uma igreja parece não combinar com um bar ou uma discoteca, mas os proprietários da cervejaria Church Brew Works, nos EUA, e da boate Paradiso, na Holanda, parecem não se importar com isso. Eles montaram seus negócios em igrejas centenárias, que em vez de fiéis recebem hoje consumidores interessados em apreciar bebidas alcoólicas ou dançar em um espaço fora do comum.

Instalada em uma igreja metodista do século 19, uma vinícola nos EUA também apostou nesse “nicho”. Sentados nos bancos originais, os clientes participam de degustações e podem comprar vinhos.

Também funcionando em igrejas, duas livrarias na Holanda deixaram toda a estrutura dos edifícios intacta. Tetos pintados, órgãos, sacristias e vitrais convivem com prateleiras e outros móveis modernos, sem serem tocados por eles.

Conheça a seguir um pouco sobre esses cinco espaços religosos que foram transformados em negócios laicos e hoje atraem turistas por essa característica inusitada.

Polare Maastricht (Maastricht, Holanda)

A livraria Polare Maastricht, que funciona em uma igreja de mais de 700 anos de idade (Foto: Flávia Mantovani/G1)

A livraria Polare Maastricht, que funciona em uma igreja de mais de 700 anos de idade (Foto: Flávia Mantovani/G1)

A livraria, situada dentro de uma igreja com mais de 700 anos de idade, integra constantemente as listas das mais bonitas do mundo na imprensa internacional, e já foi considerada a mais bela de todas pelo jornal inglês “The Guardian”. Aberta em 2007 sob o nome Selexyz Dominicane, ela agora pertence a uma rede de livrarias e se chama Polare Maastricht – nome da charmosa cidade holandesa onde está situada.

As modernas estantes de três andares, com passarelas e escadas, integram-se bem ao maciço edifício e não encostam nas paredes nem em nenhuma outra parte da estrutura original, para não danificá-lo. O café fica no antigo santuário da igreja.

Paradiso (Amsterdã, Holanda)

A discoteca Paradiso, em Amsterdã, que funciona em uma antiga igreja (Foto: Divulgação/Harry Brieffies/Paradiso)

A discoteca Paradiso, em Amsterdã, que funciona em uma antiga igreja (Foto: Divulgação/Harry Brieffies/Paradiso)

A igreja do século 19 se transformou em um espaço cultural e de lazer de grupos hippies nos anos 1960. Em 1968, foi oficialmente inaugurado com o nome “Cosmic Relaxation Center Paradiso”.  Ao longo do tempo, a boate – que hoje se chama apenas “Paradiso” – abrigou festivais e shows dos mais variados estilos, como rock, pop e eletrônico.  O palco principal, com capacidade para 1.500 espectadores, já recebeu artistas como Lee Lewis, Grace Jones, Queens Of The Stone Age, White Stripes e Lady Gaga. Outro palco menor abrigou shows intimistas de bandas como Franz Ferdinand e Kings of Leon.

Também são famosas as festas de música eletrônica comandadas por DJs, na qual o público dança na antiga igreja de pé-direito alto e janelas grandes. O Paradiso também se considera um centro cultural, onde são organizados desfiles de moda, sessões de cinema, palestras científicas e festivais de poesia.

Church Brew Works (Pittsburgh, EUA)

Church Brew Works, cervejaria que funciona dentro de uma igreja (Foto: Olessi e Lee Paxton/Creative Commons)

Church Brew Works, cervejaria que funciona dentro de uma igreja (Foto: Olessi e Lee Paxton/Creative Commons)

“E no oitavo dia… o homem criou a cerveja”. Assim essa cervejaria se apresenta aos clientes em seu site. O estabelecimento funciona em uma igreja batista do início do século 20 em Pittsburgh. Após ser atingida por um incêndio em 1915, ela ficou fechada por mais de 80 anos. Em 1999, a cervejaria abriu suas portas.

Segundo a empresa, a restauração da igreja foi feita com todo o cuidado, usando peças originais. Os bancos, por exemplo, foram cortados para servirem de assento para os clientes nas mesas. A madeira que sobrou foi usada no bar. Perto dele, fica um dos confessionários, intacto. As luminárias foram repintadas e os tanques de aço com a bebida ficam em frente ao altar, “no fundo celestial azul”, afirma a empresa.

Waanders in de Broeren (Zwolle, Holanda)

Livraria Waanders in de Broeren, que funciona dentro de uma igreja gótica na Holanda (Foto: Divulgação/Hans Westerink/Waanders in de Broeren)

Livraria Waanders in de Broeren, que funciona dentro de uma igreja gótica na Holanda (Foto: Divulgação/Hans Westerink/Waanders in de Broeren)

A livraria funciona em uma enorme igreja gótica dominicana do século 15 na cidade de Zwolle. Os arquitetos responsáveis pelo projeto foram orientados a manter intacta toda a estrutura do edifício, com um bonito órgão, vitrais nas janelas e pinturas no teto. Todos os móveis criados por eles são removíveis e podem ser retirados caso o edifício volte ao propósito original.

A livraria Waanders in de Broeren, que foi criada em 1836 em um espaço modesto e foi se mudando de sede até chegar à igreja, montou também no local um restaurante, palco de eventos e loja.

South River Vineyard (Geneva, EUA)
Um dia, quando estava dirigindo seu carro em uma estrada de Ohio, nos EUA, o dono desta vinícola viu uma igreja metodista abandonada. Gostou tanto da construção centenária que mandou transportá-la, pedra por pedra, da cidade onde ela estava (Shalersville) para Geneva, município a mais de 50 km. Lá, reconstruiu o edifício, que é de 1892, e montou uma butique de vinhos e espaço de degustações dentro dele.

inside_the_wineryPara preservar as origens eclesiásticas, a South River Vineyard manteve os bancos originais, a porta interna, o piso e algumas janelas com vitrais. O local também afirma manter um ambiente silencioso e sereno, para que os clientes possam apreciar melhor a bebida.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Conheça igrejas centenárias que viraram cervejaria, livrarias e boate

1 Comentário

  1. É o materialismo imperando nesse velho mundo. Antediluvianismo. Dias de Noé. Fim do Mundo. Deus um dia pedirá conta disso, por ocasião do segundo advento de Jesus Cristo, e no Juízo final!

Deixe o seu comentário