Manifestações vão ressurgir e ‘colocar coisas no lugar’, diz Marina Silva

foto: fan page Marina Silva

foto: fan page Marina Silva

Wilhan Santin, na Folha de S.Paulo

A ex-senadora Marina Silva (PSB) afirmou na noite desta segunda-feira (11) que as manifestações devem ressurgir no país em 2014 para “colocar as coisas no seu devido termo”.

Marina fez as declarações ao descartar a possibilidade de uma polarização entre PT e PSDB nas eleições presidenciais do próximo ano. “Quem pode quebrar a polarização é a sociedade. […] Tenho certeza de que as mobilizações de junho vão ressurgir colocando as coisas no seu devido termo”, afirmou Marina, após uma palestra sobre ambiente e sustentabilidade em Londrina (PR).

A ex-ministra de Lula também criticou a antecipação das ações da campanha eleitoral de 2014. “Da minha parte, a campanha ainda não está na rua. Mas infelizmente houve aqueles que a anteciparam.”

Mas Marina negou que esteja em ritmo de campanha. “Embora tenhamos um candidato, não fomos nós [que anteciparam a disputa]”, disse, em referência a Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB.

Questionada sobre quais candidatos teriam antecipado a campanha eleitoral, Marina preferiu não citar nomes e disse apenas: “Você sabe”.

A presidente Dilma Rousseff (PT) tem intensificado as viagens oficiais pelo país neste segundo semestre. Na última semana ela passou pelos Estados de São Paulo e do Rio Grande do Sul.

Aécio Neves e José Serra, que disputam a candidatura a presidente pelo PSDB, têm percorrido o país em encontros políticos e com empresários. Aécio, por exemplo, passou por Manaus e Porto Alegre nos últimos dias.

A própria Marina também tem estado em diferentes cidades desde o anúncio da aliança com Campos, no começo de outubro. Depois de Londrina, por exemplo, já tem palestra agendada para a próxima semana em Ponta Grossa (PR).

Em relação à formação de uma possível chapa com Campos, Marina voltou a descartar a possibilidade de ser candidata ao Planalto em 2014. “Partimos do princípio que o candidato é ele [Campos].”

Alegando pressa, Marina encerrou abruptamente a entrevista que concedeu após a palestra. Em seguida, posou para fotos com correligionários.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Manifestações vão ressurgir e ‘colocar coisas no lugar’, diz Marina Silva

Deixe o seu comentário