RIP, jornalismo

título original: Safadinha de 14 anos é flagrada em motel com homem de 29

Reinaldo Barros Torres, no Tribuna de Barrastribuna

Emanuel Cardoso dos Santos, 29 anos, foi autuado em flagrante sob acusação de estupro vulnerável contra uma adolescente de 14 anos de idade, em um motel do bairro Piauí, em Parnaíba, cidade do litoral do Piauí. Em seguida, foi encaminhado da Central de Flagrantes para a delegacia do 2º Distrito Policial.

As informações são de que a menina mesmo tendo 14 anos não era mais virgem e já “dava” facilmente para quem se envolvia. Mesmo com a sua vadiagem, por ser menor de idade, lhe é permitido transar com menores mas não com adultos; nesse quesito para a Lei o que vale é a idade, não o ato sexual. Uma lei portando altamente feminista.

Uma guarnição da Polícia Militar do Piauí comandada pelo subtenente Wilton Alves de Araújo foi acionada através da Central de Operações Policiais Militares (COPOM), por funcionário do próprio motel, dando conta de que um homem teria entrado com uma adolescente.

Os policiais foram até o estabelecimento e o recepcionista indiciou o quarto onde estaria o casal. Quando os dois saíram do quarto, foi dada voz de prisão a Emanoel Cardoso dos Santos. Ele reagiu e foi algemado a força e conduzido à delegacia, já a menina vadia foi liberada para que saia atraindo mais vítimas.

Feminismo em alta:

No caso de estupro a bacharel Vilma Alves, titular da Delegacia da Mulher em Teresina, defende na imprensa que “o homem seja castrado”. A delegada costuma conceder entrevistas para a imprensa sobre esse tema onde nota-se claramente em seus olhos e feições o ódio que ela alimenta pela classe masculina. Sua dedicação ao trabalho nos parece que lhe causou uma patologia e a delegada deveria procurar tratamento, enquanto também deveria defender que se costurasse a vagina de mulher que metesse chifre no marido.

dica do Fabio Martelozzo Mendes

clique aqui para denunciar esse site por apologia à pedofilia.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for RIP, jornalismo

5 Comentários

  1. tito monteiro disse:

    Duas Coisas cruéis A Delegada da Delegacia da Mulher tem a opinião de castrar todos os homens estupradores,e senhor que escreveu o artigo dá conselho a Delegada que ele devia também de costurar a
    vagina de mulheres que pôs chifre nos homens – o que será que está faltando aos dois personagens? Ambos tem m… na cabeça. tito from brasília.

  2. Caro Pava… Sou seguidor diário de seu estimado blog. Mas essa “baixou o nível” demais, pela forma como a notícia foi redigida e a abordagem infeliz de uma questão tão profunda e triste como a pedofilia.

    • Pavarini disse:

      muito obrigado pelo carinho, edson.

      compartilho de sua indignação e penso que esse tipo de estupidez deve ser trazido à luz p/ que as pessoas reajam e protestem contra esse tipo de desserviço ao país.

      abraços

  3. Natan da Silva disse:

    O texto deve ser entendido como uma informação, somente assim, tem jornalismo e programas de tvs expondo coisas piores do que isto, mas isto é o Brasil! Será que os brasileiros conhecem perfeitamente a “pátria amada, idolatráda”?

Deixe o seu comentário