Shoppings de SP conseguem liminar na Justiça para impedir ‘rolezinho’

Publicado na Folha de S.Paulo

Ao menos seis shoppings de São Paulo conseguiram uma liminar na Justiça para impedir os encontros de jovens conhecidos como “rolezinhos”. Em São Paulo, os shoppings JK Iguatemi, Itaquera e Campo Limpo foram beneficiados pela decisão temporária.

Em Campinas (a 93 km da capital), também receberam os shoppings Iguatemi e Parque Dom Pedro, e em São José dos Campos (93 km de SP), o Center Vale.

Mesmo com a decisão temporária, ao menos cem jovens –segundo a Polícia Militar– foram ao encontro no shopping Campo Limpo (zona sul) na tarde deste sábado (11), organizado por meio de redes sociais. A assessoria de imprensa do centro comercial informou que a segurança do local foi reforçada e que essas pessoas não tiveram acesso às lojas.

O encontro foi marcado para as 13h, quando a polícia recebeu a informação de que cerca de mil pessoas estavam no local. O shopping afirmou ainda que “as operações não foram afetadas e todas as lojas, praça de alimentação e cinema funcionam normalmente.”

Seguranças averiguam mulher na entrada do shopping KJ Iguatemi; jovens marcaram "rolezinho" no local

Seguranças averiguam mulher na entrada do shopping KJ Iguatemi; jovens marcaram “rolezinho” no local

No shopping Itaquera (zona leste), a polícia que estava no local identificou os grupos que estavam no local e perguntou o destino deles. Quem informou aos policiais que foi ao local para participar do “rolezinho”, recebeu uma um intimação ainda no estacionamento do centro de compras.

O texto dizia que eles poderiam entrar no shopping, mas se fizessem o tumulto pagariam multa de R$ 10 mil.

Mesmo sem ter encontrado nada ilícito com os jovens, a PM não liberou a entrada deles. “Estamos com mandado de proibição do evento”, disse o tenente da Polícia Militar Fernando Takeo.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Shoppings de SP conseguem liminar na Justiça para impedir ‘rolezinho’

Deixe o seu comentário