Pelé volta a pedir fim de protestos na Copa: “brasileiro estraga a festa”

Publicado no Terra

Ídolo brasileiro, o ex-atacante Pelé voltou a opinar sobre as manifestações de rua no Brasil. Perguntado em entrevista à rede de televisão Espn se estava animado com a Copa do Mundo, o ex-craque disse estar preocupado e relembrou os protestos vistos na Copa das Confederações – novamente, Pelé pediu para que os movimentos populares fiquem para depois dos eventos esportivos no Brasil.

pelechorolencofestabolaouro1301ap

“Honestamente me preocupou muito na Copa das Confederações todos aqueles movimentos. Fiz uma comparação que o futebol sempre promoveu o Brasil e agora temos três eventos maravilhosos – Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíada. O País pode se encher de turistas, receber todo o benefício desses turistas e o próprio brasileiro fica estragando uma festa dessa. Muita gente não entendeu, porque acho que o futebol não tem nada a ver com a corrupção dos políticos”, comentou.

Na opinião do ex-jogador, a situação só não ficou pior durante a Copa das Confederações porque o Brasil foi campeão e “sossegou um pouco” os movimentos sociais. Pelé, contudo, voltou a pedir que todo e qualquer protesto fique para depois da Copa do Mundo.

“O futebol sempre enalteceu o Brasil, então se vamos fazer protesto vamos atacar os políticos, deixar passar essas festas e depois vamos exigir. Mas o futebol não tem nada com isso, que me preocupou muito  A sorte é que Deus é brasileiro e o Brasil foi campeão, então sossegou um pouco nas Confederações. Espero que o brasileiro tenha essa consciência, deixe passar a Copa do Mundo e aí vamos reivindicar o que estão roubando”, salientou Pelé.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Pelé volta a pedir fim de protestos na Copa: “brasileiro estraga a festa”

1 Comentário

  1. edson tadeu disse:

    Pelé ainda mora nos EUA? – Ele pede os fins dos protestos contra a copa será que ele nao sabe que quem mais esta interessado em propagar o panico no Brasil é os EUA. – Que tal ele pedir aos EUA para deixar o Brasil em paz? – Que tal ele ser brasileiro e voltar para sua terra. Lugar de rei e de pessoas que se destacam pelo mundo nao é nos EUA e sim em sua pátria. Pode muitos pensar que é paranoia contra os EUA mais ao longo de dezenas de anos vimos como eles se entrometem em nossa politica, vida, e como eles tem feito de tudo para que o Brasil nao progrida. Para eles in teressa que nosso povo nao tenha bons niveis de ensino, de uma qualidade de vida que o povo brasileiro merece. Os raros black bloc brasileiros que estao metidos nisso é facil se controla-los, mais os infiltrados de outros países que chegam para disseminar a discordia, o panico, o medo esses sim tem que ser repreendidos com o rigor da lei. presos, depois de cumprir pena deportado e nunca mais poder pisar em solo brasileiro. Isso nao é manifestaçao, é terrorismo . Quem sai quebrando patrimonio publico e privado nao pode ser um manifestante e sim um terrorista . Muitos ate tem a ideia que terrorista sao apenas aqueles que ameaçam a segurança dos EUA. Nao é nao. terrorista é qualquer um que ameaçe a segurança de qualquer naçao. Nesse caso os terroristas criados pelos EUA para promover a discordia com intuito de melar tanto a copa como trazer reflexos nas eleiçoes. sao tao terrorista quanto os outros. ou ate pior pois agem como se fossem brasileiros.

Deixe o seu comentário