Cerca de 80% dos fatos mais importantes da vida ocorrem até os 35 anos

construcao-de-pontes-1Publicado por Livraria da Folha

A psicóloga Meg Jay defende que o período entre 20 e 30 anos é crucial para todo o desenvolvimento da vida adulta. “Cerca de 80% dos fatos mais importantes da vida ocorrem até os 35 anos, depois disso geralmente damos prosseguimento –ou corrigimos– as ações que iniciamos na década anterior”, escreve em “A Idade Decisiva”.

É nesse momento em que terminamos a faculdade, investimos tempo em nossa carreira e iniciamos relacionamentos amorosos que vão além dos namoros adolescentes. Tudo isso em uma década. Claro, há exceções.

Segundo uma pesquisa realizada na Universidades de Boston e de Michigan, os eventos que acontecessem nesse período se desenvolvem ao longo de semanas ou meses. Por isso, eles são percebidos apenas retrospectivamente. A importância dessas experiências são notadas anos ou décadas depois.

Por causa da pouca orientação nessa faixa etária, de acordo com Jay, é comum que adultos se sintam perdidos ou desiludidos com a sua situação. “Uma cultura que considera os 30 como os novos 20 nos faz achar que estes últimos não importam”.

“Como psicóloga clínica especializada em desenvolvimento adulto, vi inúmeros jovens desperdiçarem muitos anos vivendo sem perspectiva”, diz. “O pior são as lágrimas vertidas na casa dos 30 e dos 40 por pagarem um preço alto –no lado profissional, afetivo, financeiro e reprodutivo– pela falta de visão na juventude”.

Meg Jay, Ph.D. em psicologia clínica pela Universidade da Califórnia, orienta doutorandos na Universidade da Virgínia. Ela pesquisa o desenvolvimento do comportamento entre 20 e 30 anos há mais de uma década.

No Brasil, “A Idade Decisiva” (“The Defining Decade”, em inglês) tem lançamento previsto para o dia 11 de fevereiro e está em pré-venda na Livraria da Folha.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cerca de 80% dos fatos mais importantes da vida ocorrem até os 35 anos

Deixe o seu comentário