Para evitar polêmica, PP decide não indicar Bolsonaro para Comissão de Direitos Humanos

foto: Pragmatismo Político

foto: Pragmatismo Político

Gerson Camarotti, no G1

A cúpula do PP decidiu que não vai indicar o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) para comandar  a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. A avaliação é que essa indicação criaria grande desgaste à imagem do partido.

Para evitar atrito com o deputado, o líder da bancada, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), já sinalizou que o PP terá preferência pela Comissão de Minas e Energia. O partido ficou assustado com o ato que aconteceu hoje, na Câmara, em que estudantes promoveram um beijo gay nos corredores da Casa em protesto contra eventual indicação de Bolsonaro para o cargo.

Em conversa com o Blog, Bolsonaro ressaltou que até ano passado nenhum partido queria assumir a Comissão de Direitos Humanos. “Ninguém tinha interesse pela comissão. Só depois que o deputado Feliciano deu visibilidade, é que as pessoas passaram a dar mais atenção para esse tema”, criticou Bolsonaro.

dica do Eliel Batista

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Para evitar polêmica, PP decide não indicar Bolsonaro para Comissão de Direitos Humanos

Deixe o seu comentário