Pai de Caio Castro defende o filho que foi chamado de ‘anta’ por Pedro Paulo Rangel

Caio Castro tem a carreira administrada pelo pai Vitor Castanheira (foto: Rafael Campos/ Revista Contigo!)

Caio Castro tem a carreira administrada pelo pai Vitor Castanheira (foto: Rafael Campos/ Revista Contigo!)

Publicado no Extra

A reapresentação da entrevista que Caio Castro concedeu a Marília Gabriela no GNT no ano passado não fez bem à imagem do ator. Em sua página pessoal do Facebook, a atriz Ingrid Guimarães comentou na semana passada seu descontentamento pelo fato de o rapaz ter assumindo que não gosta de teatro. O comentário foi curtido por mais cem amigos dela, vários atores, e deu início a uma avalanche de críticas.

— Vendo a entrevista de um jovem ator famoso dizendo que “o teatro não me apetece’ e “não gosto nem de ver’. Depois ele diz que lê por obrigação pra “estar antenado” quando alguém perguntar. Fico pensando como vão ser os atores do futuro que não têm formação, não passaram pelos palcos, não viveram em grupo, não têm referência, e já têm uma equipe enorme de empresários, assessores e ganham um dinheirão logo nos primeiros anos de carreira. Nada contra. Só me espanta ver como alguns jovens atores se distanciam cada vez mais da essência da profissão, e fazem dela um grande negócio. São eles que vão influenciar os outros jovens falando sobre glúten e way protein nas redes sociais. São eles que vão provar que nesta profissão é melhor abrir casas noturnas e restaurantes do que perder um de fim de semana de sol num teatro — escreveu ela, que recebeu o apoio de colegas como Miguel Falabella, que logo comentou “Você só erra quando o chama de ator, querida. Não é ator. É desinibido”.

ingridMais exaltado, Pedro Paulo Rangel foi além.

“Chocante, triste, um absurdo etc e tal, mas absolutamente coerente com esses tempos que nos deram pra viver. Por que o espanto? Não sei que é a anta e nem me interesso em saber, mas me regozijo de não tê-la pastando em nosso jardim’.

pedropauloProcurado pelo Extra, o pai do ator, Vitor Castanheira, que administra a carreira do filho, disse que ele foi mal interpretado.

— O Caio não gosta de fazer teatro, mas gosta de ir. Cada um tem uma opinião sobre fazer teatro. Quem falou que ele é uma anta é que é uma anta. Interpretam as coisas do jeito que bem entendem. E o sr. Pedro Paulo Rangel não tem o direito de falar isso, pela idade dele, devia ser um pouco mais educado. A gente não o conhece pessoalmente, e não vou endossar essa história. O que seria do verde se todo mundo gostasse do branco? — defendeu Vitor, acrescentando que o filho estava embarcando de São Paulo para o Rio, e que a principio, ele não ia se pronunciar sobre o assunto.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Pai de Caio Castro defende o filho que foi chamado de ‘anta’ por Pedro Paulo Rangel

1 Comentário

  1. Vagner disse:

    Realmente , é lamentável que uma pessoa que optou pela nobre profissão de ator não se interesse nem por leitura e surpresa!!! nem por teatro! Quando , na minha adolescência tentei seguir essa carreira fazendo cursos , participando de teatro amador, estagiando com um diretor iconicamente importante nas artes cênicas do Brasil ,só houve algo que impediu o meu sonho de se concretizar de forma completa : a horrenda panelinha que infesta o meio artístico , onde aqueles que mesmo tendo talento são vetados e jogados ao ostracismo e as “antas” , por serem bonitinhas e cheias de charme têm as portas abertas nesse meio selvagemente disputado. Torço para que a qualidade de nossos atores e atrizes venha realmente a melhorar. pelo bem da história das artes cênicas desse país!!!!!

Deixe o seu comentário