Com fila para casar até 2016, tradicional igreja católica paulistana cobrirá de ouro seu altar

Vista da Igreja Nossa Senhora do Brasil no casamento de Felipe Massa e Rafaela Bassi

Chico Felitti, na Folha de S.Paulo

O altar mais concorrido da cidade ficará ainda mais dourado aos olhos das noivas: a igreja Nossa Senhora do Brasil cobrirá de ouro a peça de madeira que fica à frente dos casais que dizem “sim” na igreja.

A relíquia, do século 18, não foi restaurada por completo desde que foi trazida de Mogi das Cruzes, há 50 anos. Vão ser três anos para trocar toda tinta e pátina que cobrem a peça de madeira por folhas de metal.

“É um trabalho muito demorado, que precisa ser feito pouco a pouco, esperando para secar”, diz o restaurador Diogo Donato, 32, que tem um ateliê nos fundos da igreja e está sempre dando um tapa nos azulejos pintados à mão da nave.

A reforma da igreja ainda contempla a troca do piso de madeira, por tacos novos e idênticos, e uma mudança estrutural no prédio do Jardim Paulistano, zona oeste.

A casa paroquial, ao lado da igreja, será reformada e virará um centro de catequese infantil. “Os pais vão poder entrar com o carro, pela rua Colômbia, e deixar os filhos lá dentro”, diz o padre Michelino Roberto, andando com o casal de golden retrievers que mora no lugar.

SÓ EM 2016

Mas não se preocupe, noiva que conseguiu agendar seu casamento lá, as seis celebrações que acontecem toda noite de sexta e de sábado não serão adiadas por conta dos trabalhos. “Vai ser tudo feito sem o público ver, é uma constante reforma”, diz o padre Michelino.

O templo da av. Brasil vai começar a marcar casamentos para daqui a dois anos. “Estamos prontos para abrir a agenda de 2016. Ou seja, quando a reforma quase estiver concluída.

A taxa para celebrar união ali custa R$ 3.000 e os quatro padres de lá se revezam nas cerimônias.

Mas não há disputa para se casar antes de 2016, diz o principal pároco. “Alguns casais desistem ou têm de protelar o casamento no meio do caminho. Vão abrindo vagas, mas não tem lista [de encaixe], não.” Segundo o padre, os buracos são preenchidos pelo primeiro casal que perguntar se há vagas.

catol1dica do Fabio Martelozzo Mendes

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Com fila para casar até 2016, tradicional igreja católica paulistana cobrirá de ouro seu altar

1 Comentário

  1. Marivaldo disse:

    Uma pergunta: Será que um casal católico pobre conseguirá casar nessa igreja com esse luxo e taxa luxuosa? “Socorro Papa Francisco!”

Deixe o seu comentário