Assis do Couto, petista contra o aborto, será o presidente da Comissão de Direitos Humanos

couto

 

Publicado na Revista Fórum

A bancada do PT decidiu na noite de hoje (25) que a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) fica com o deputado Assis do Couto (PT-PR) em detrimento de Nilmário Miranda (MG) e Erika Kokay (DF), ambos com largo histórico na área dos Direitos Humanos.

Nem bem foi divulgado o nome de Assis de Couto e uma chuva de críticas de ativistas do movimento LGBT ocupou a rede. A maior parte deles preferia que o PT indicasse o nome de Erika kokay para presidência da CDHM. A principal queixa é de que Couto nunca esteve próximo as questões de Direitos Humanos e que sua biografia política está ligada mais a questão da agricultura familiar.

Outro nome muito bem visto pelos ativistas de Direitos Humanos era o do deputado Nilmário Miranda (PT-MG). Ele, inclusive, foi ministro de Lula na área.

Outro motivo que tem gerado rejeição ao nome de Assis de Couto é que o parlamentar é integrante da Frente Mista Em Defesa da Vida – Contra o Aborto, que agrega católicos e evangélicos que são contrários ao aborto, tema caro aos coletivos feministas que dialogam com a Comissão de Direitos Humanos.

O Partido dos Trabalhadores também decidiu a presidência de outras Comissões a que tinha direito: Constituição e Justiça (CCJ) fica com o deputado Vicente Candido (SP) e para a Comissão de Seguridade Social e Família, Amaury Teixeira (BA). Já a Comissão Mista de Orçamento será presidida por Devanir Ribeiro (SP).

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Assis do Couto, petista contra o aborto, será o presidente da Comissão de Direitos Humanos

2 Comentários

  1. Vagner disse:

    Atitude sábia a escolha do nobre parlamentar Assis do Couto .É um homem , que pelas suas idéias e atitudes , mostra-se pertencer a uma esquerda moderada , que não tem nada a ver com essa esquerda “xiita” , que defende o aborto em todas as circunstâncias e a escolha individual de uma pessoa se relacionar sexualmente como uma imposição de Estado!!!!!

  2. Rafael disse:

    “chuva de críticas de ativistas do movimento LGBT ocupou a rede”
    Sinal de escolheram a pessoa correta.

Deixe o seu comentário