Selfie, por sua conta e risco

Publicado no B9

Selfie virou palavra do ano em 2013, segundo o dicionário Oxford. Mas, pior do que ser a palavra do ano, foi a maneira como uma antiga prática de tirar foto de si mesmo se propagou pelas redes sociais, adquirindo um novo significado. Virou mote de propagandamotivo de discórdia no funeral de Nelson Mandela e até uma maneira de se ajudar a levantar uma grana para a caridade. E, agora, virou também uma animação muito legal, criada pelo diretor Andy Martin.

Ao longo de 60 segundos, Martin revela os riscos que uma pessoa obcecada por sua própria imagem pode correr. Tudo de uma maneira muito bem humorada, e que até pode gerar um pouco de reflexão (e não reflexo) naqueles que frequentemente fazem selfies.

A animação foi produzida para o Character Selfies, um projeto doPictoplasma Berlin Festival.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Selfie, por sua conta e risco

1 Comentário

  1. Vagner disse:

    Sátira bem legal sobre os tempos narcisistas em que vivemos!!!

Deixe o seu comentário