“Vocês não seguem a Bíblia, eu sigo”, diz homem que empurrou passageira no metrô em SP

Alessandro Souza Xavier admitiu o crime e disse que queria se vingar da sociedade (foto: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress)

Alessandro Souza Xavier admitiu o crime e disse que queria se vingar da sociedade (foto: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress)

título original: Homem que empurrou passageira no metrô diz que queria se vingar da sociedade

Publicado na Folha de S.Paulo

O responsável por empurrar na última terça-feira (25) uma passageira nos trilhos do metrô de São Paulo disse que não queria ter feito o que fez. Ao chegar em São Paulo, Alessandro Souza Xavier, 34, disse ainda que queria se vingar da sociedade. “Fizeram mal para mim, e eu descontei em alguém”, afirmou.

“O mundo é da Babilônia. Vocês [imprensa] são sujos, eu não”, disse Xavier aos jornalistas assim que chegou ao DHPP (departamento de homicídios), em São Paulo. Ele foi preso em um sítio do padrasto, em Extrema (MG), por volta das 6h de hoje (28). Ele havia sido identificado ontem por familiares e pela polícia por meio das imagens das câmeras do Metrô. No sítio, segundo a polícia, foram achadas as roupas que ele usava no momento que empurrou Maria da Conceição de Oliveira, 27.

Segundo a polícia, Maria da Conceição foi escolhida aleatoriamente pelo agressor enquanto aguardava o trem. Ela segue internada e teve o braço amputado após cair nos trilhos.

De acordo com a polícia, ele confessou o crime e admitiu ter sido responsável por outros dez ataques ocorridos em Minas Gerais. O delegado Osvaldo Nico Gonçalves disse que Xavier admitiu ter atirado pedras de uma passarela em pedestres e carros na rodovia Fernão Dias. Os casos haviam sido registrados como autoria desconhecida.

Além desses casos, segundo o delegado, a polícia tem registro de nove casos de agressão ocorridos em São Paulo – quatro deles no metrô. A prisão temporária dele já foi acatada pela Justiça. Ele foi indiciado por tentativa de homicídio.

“Vocês destruíram os valores da família mostrando imagens de prostituição na TV. Vocês são sujos, eu não. Vocês não seguem a Bíblia, eu sigo”, disse ainda o agressor à imprensa na porta do DHPP. A polícia diz que pedirá para a Justiça que ele seja internado em um hospital psiquiátrico.

Familiares disseram que ele sofre de esquizofrenia e tem surtos psicóticos com frequência. Ele passa por tratamento há 12 anos. A família disse ainda que não conseguia mais lidar com ele.

O CASO

Testemunhas que estavam na estação Sé, a mais movimentada do metrô, contaram à polícia que o homem empurrou Maria da Conceição de Oliveira, 27, e saiu correndo da plataforma.

Ela, que fez aniversário no mesmo dia, foi internada na Santa Casa. Seu estado de saúde é estável.

O Metrô afirmou que o incidente ocorreu às 7h16 na plataforma sentido Corinthians-Itaquera da linha 3-vermelha. Ao notar que a mulher havia caído, o operador do trem usou o freio e acionou o centro de controle, que desligou a energia do sistema.

dica do Wanderlan Gomes

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “Vocês não seguem a Bíblia, eu sigo”, diz homem que empurrou passageira no metrô em SP

1 Comentário

  1. Vagner disse:

    Ele precisa urgentemente ser afastado da sociedade e internado ou aprisionado num manicômio judiciário. Não pode haver demora da Justiça para resolver esse caso , senão ele fará mais vítimas!!

Deixe o seu comentário