André Valadão reclama das baixas vendas na Som Livre

andrevaladao

Publicado na Veja Título original: Som Livre e os evangélicos

A boa relação da Som Livre com os evangélicos sofreu mais um baque na semana passada. André Valadão, um dos cantores religiosos mais conhecidos do país, está insatisfeito com a gravadora, que sempre representou os interesses maiores da Globo com o mercado gospel.

Em e-mail enviado na semana passada à cúpula da Som Livre, Valadão avisou que está com ânimo zero de lançar um novo projeto na gravadora. Diz a mensagem:

– Nunca em toda minha carreira vendi tão pouco (…). Não consigo acreditar que até hoje não chegamos a disco de ouro no CD/DVD. (…) O disco não tem chegado nos pontos de venda, fato. Não vou lançar mais um projeto carregando meu nome e carreira sem ter perspectiva de no mínimo 40 000 cópias vendidas.

É a segunda disputa da Som Livre com evangélicos que vem à tona. Em outubro do ano passado, o Diante do Trono ameaçou processar a gravadora (Leia mais aqui).

Por Lauro Jardim

dica do Deiner Urzedo

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for André Valadão reclama das baixas vendas na Som Livre

1 Comentário

  1. Simone Koch disse:

    Eu aprendi uma coisa importante e difícil de ser praticada: o benefício da dúvida. Vivemos um momento(seria bom que fosse só um momento) de incredulidade no meio cristão evangélico. Muita gente entende que o irmão em questão só está visando a questão financeira/popularidade pra encher o ego. Sinceramente eu não sei e só Deus é que sabe do que vai no íntimo do coração dele. Ao ler essa matéria penso duas coisas baseado no benefício da dúvida: 1)Ele quis gravar com a gravadora em questão entendendo que assim alcançaria a visibilidade e o destaque que a gravadora pode oferecer e assim vender muito mais cds para edificar a vida das pessoas. 2) Esqueceu de que se tratando de quem é, o que está em jogo é mais o lucro financeiro do que espiritual e acho que eles(Ele e o DT, pois também enfrentou a mesma insatisfação) foram ingênuos em achar que tudo poderia ser 100% bom, esse povo não tem nenhum compromisso com Deus, com o Reino, com as vidas das pessoas só querem o lucro que eles podem dar por conta de Deus ter abençoado o ministério deles. O perigoso é que acaba acontecendo muita coisa no meio do caminho e a gente sempre corre o risco não vigiar e aí….problemas sérios do tamanho da proporção que eles alcançaram: um monte de gente duvidando do desejo deles de realmente viver uma vida que adore a Deus e sirva o reino. O Senhor tenha misericórdia deles assim como tem tido de nós.

Deixe o seu comentário