Marcha da Família com Deus reúne cerca de 500 pessoas no centro de SP

Praça da República reúne cerca de 500 pessoas para a Marcha da Família com Deus 2 (foto: Joel Silva/Folhapress)

Praça da República reúne cerca de 500 pessoas para a Marcha da Família com Deus 2 (foto: Joel Silva/Folhapress)

Daniel Vasques e Gabriela Terenzi, na Folha de S.Paulo

Cerca de 500 pessoas estão reunidas na Marcha da Família com Deus 2 neste sábado (22) na praça da República, em São Paulo. Eles deixam o local em direção à praça da Sé nesse momento.

Em um trio elétrico com faixas com os dizeres “FFAA [Forças Armadas] já”, “Voto facultativo = liberdade” e “Comunismo é morte”, organizadores fazem discursos de cunho nacionalista, exaltando os militares e criticando o atual governo petista, que associam com o comunismo.

Os participantes, em sua maioria, vestem roupas brancas, verdes e amarelas e levam a bandeira do país. Há faixas que pedem “desmilitarização da PM não” e imagens religiosas. Uma estátua de Nossa Senhora de Fátima foi levantada no trio elétrico e um grupos de maçons fez discurso.

Houve algum tumulto quando manifestantes críticos à marcha gritaram contra os participantes do evento, mas eles foram rapidamente retirados da multidão pelos próprios participantes e isolados pela polícia. Um senhor de cerca de 60 anos saiu aos gritos de “fora petista” e “123 Lula no xadrez”.

dica do Walter cruz

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Marcha da Família com Deus reúne cerca de 500 pessoas no centro de SP

2 Comentários

  1. Ronaldo disse:

    Essa marcha é capitaneada pelas forças mais reacionárias do Brasil.
    São racistas e preconceituosos.
    Se querem poder, ganhem nas urnas.
    Não fomentem a discórdia e a ilegalidade.
    Criem juízo!
    Obs; O que nos alenta é que são muito poucos e que a maioria do nosso povo e a comunidade internacional não desejam novamente atos golpistas.

    • Ronaldo disse:

      Concluindo: e nem os nossos militares desejam instalar a ilegalidade em nosso país.
      Pois são defensores da constituição e do que foi eleito e constituído de forma legal.

Deixe o seu comentário