Pelé alerta para caos em aeroportos e vê morte no Itaquerão como ‘normal’

Policiais Militares isolam área onde operário se acidentou em 29/3, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP) (foto: Taba Benedicto/Futura Press)

Policiais Militares isolam área onde operário se acidentou em 29/3, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP) (foto: Taba Benedicto/Futura Press)

Bruno Thadeu, no UOL

O ex-jogador Pelé disse nesta segunda-feira que sua maior preocupação quanto à Copa do Mundo de 2014 é com a situação dos aeroportos. O Rei do Futebol disse que a morte de um operário no Itaquerão foi algo “normal” em uma obra de estádio, após ser questionado pelos repórteres sobre o acidente que matou o trabalhador Fabio Hamilton Cruz, no fim do último mês de março.

“Isso é normal, pode acontecer, mas a minha maior preocupação é quanto à estrutura, os aeroportos, porque no Brasil sempre dá-se um jeitinho”, disse Pelé, que contou ter tido contato com os aeroportos brasileiros recentemente e classificou a situação como caótica.

“Voltei recentemente para o Brasil e o aeroporto está um caos. Essa é minha preocupação”, disse o Rei do Futebol, que fez mais críticas à preparação para o evento. “Infelizmente não foi feita uma boa organização. Eu participei de eventos quatro anos atrás, então dava tempo para arrumar, então não era para estar com essa preocupação”, concluiu Pelé.

No mês passado, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, revelou que aeroportos militares deverão ser usados durante a Copa do Mundo para evitar o ‘caos’.  “Por exemplo, para as delegações. Se elas usarem os aeroportos militares, irão tirar uma pressão muito grande dos aeroportos (civis)”, disse à época o ministro.

Indagado sobre Neymar, o Rei do Futebol reforçou sua opinião de que a transferência para o Barcelona foi benéfica em termos de evolução profissional. Pelé considera que o atacante está caindo menos em campo.

“O Neymar tinha algumas dificuldades para jogar em pé quando jogava aqui [no Brasil]. Várias vezes conversei com ele sobre isso, dizendo que não precisava cair, não precisava cavar falta. Se falava muito sobre ‘cai-cai’. Achei que a ida dele ao Barcelona foi excelente. Ele cresceu e joga ao lado de grandes jogadores”, destacou Pelé.

Pelé estrelou nesta segunda lançamento de diamantes comemorativos aos seus mais de mil gols na carreira. O produto foi feito com fio de cabelo do ex-jogador, cujo carbono utilizado compõe a matéria prima do diamante.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Pelé alerta para caos em aeroportos e vê morte no Itaquerão como ‘normal’

Deixe o seu comentário