Um mapa das contradições na Bíblia

mapa-inconsistencias-biblia-838x502Cesar Grossmann, no HypeScience

A Bíblia moderna, adotada pela maioria das religiões cristãs, é uma coleção de livros escritos por diversos autores no período entre o século 8 aC e o século 1 dC. O cânon moderno compreende 45 livros no Antigo Testamento (no caso do adotado pela Igreja Católica, o adotado pelas igrejas protestantes tem menos livros), e 27 livros no Novo Testamento, reunindo o trabalho atribuído a cerca de 40 autores (existem mais autores ocultos, considerando o que o estudo do texto permite deduzir).

Tendo sido escrito por tantos autores diferentes e por um período de tempo tão longo, é natural que ocorram incoerências e inconsistências no texto bíblico. E é exatamente disto que trata o site BibViz – das contradições bíblicas.

Compilado a partir de coleções de contradições dos sites Skeptic’s Annotated Bible Contradictions (SAB), Infidels e EvilBible, o BibViz apresenta 63.779 referências cruzadas de diferentes versículos incoerentes entre si, como versículos dizendo que Deus pode fazer qualquer coisa, e passagens em que ele não consegue vencer habitantes de um vale porque eles tinham carruagens de ferro.

Além das contradições, também alguns temas polêmicos estão anotados, como afirmações cientificamente absurdas ou historicamente incorretas, por exemplo, em Levíticos 11:5-6, que afirma que coelhos e lebres são ruminantes. Entre estas coletâneas, estão as passagens que apresentam personagens bíblicos praticando crueldade e violência, misoginia, preconceito contra homossexuais, e outros assuntos que interessam mais do que quantos homens exatamente os capitães de Davi mataram (300 segundo as Crônicas 11:11, 800 segundo 2 Samuel 23:8).

As fontes para as contradições bíblicas são todas de sites ateus. Sites cristãos normalmente negam ou minimizam as contradições, mesmo considerando que existem compilações de inconsistências feitas por teólogos cristãos, como o estudioso Bruce Manning Metzger, que trabalhou na Sociedade Bíblica Americana e Sociedades Bíblicas Unidas.

BibleNetworksmallO site BibViz também fala sobre uma distância moral e ética que há entre o nosso século e o tempo em que foram escritos os textos bíblicos, uma época em que o genocídio, a misoginia, a violência contra mulheres, a intolerância religiosa, a intolerância contra homossexuais e a escravidão eram encarados como moralmente aceitáveis – em alguns casos eram até mesmo incentivados -, enquanto hoje são considerados crimes hediondos.

Para quem for navegar pelo BibViz, é interessante notar que ele é anglo-cêntrico, ou seja, utiliza traduções da Bíblia para o inglês, como a versão “King James”. Estão excluídos, portanto, alguns livros que são exclusivos da Igreja Católica, além de alguns versículos estarem traduzidos diferentes, como o Levíticos 11:20, que na tradução Kingt James fala em “four-legged fowls” (que poderia ser traduzido para o português como “aves de quatro patas” – morcegos?) e na tradução do padre Almeida, usada no Brasil, fala de “insetos com quatro patas” (que é uma coisa que não existe). [Friendly Atheist, BibViz]

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Um mapa das contradições na Bíblia

Deixe o seu comentário