Gabriel García Márquez: ‘Não acredito em Deus, mas tenho medo dele’

Famoso por livros como “Cem Anos de Solidão”, escritor colombiano morreu nesta quinta-feira (17), aos 87 anos

gabriel-garcia-marquez-02Publicado no iG

O escritor Gabriel García Márquez morreu nesta quinta-feira (17), aos 87 anos. Ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1982, o autor de “Cem Anos de Solidão” foi um dos mais importantes escritores da América Latina e de toda a língua espanhola.

O iG separou 15 frases marcantes do escritor:

1 – “Nenhuma medicina cura o que a felicidade não pode curar.”

2 – “O que importa na vida não é o que acontece com você, mas o que você lembra e como você lembra.”

3 – “Um escritor famoso que quer continuar escrevendo precisa se defender constantemente da fama.”

4 – “Não acredito em Deus, mas tenho medo dele.”

5 – “A pior forma de sentir saudade de alguém é estar sentado ao seu lado e saber que nunca o poderá ter.”

6 – “Não há na vida lugar mais triste do que uma cama vazia.”

7 – “A sabedoria é algo que quando nos bate à porta já não nos serve para nada”

8 – “O único arrependimento que eu vou ter de morrer é se não for por amor”

9 – “O problema do casamento é que ele acaba toda noite depois de fazer amor, e precisa ser reconstruído toda manhã após o café.”

10 – “A mentira é mais confortável do que a dúvida, mais útil do que o amor e mais duradoura do que a verdade.”

11 – “Um verdadeiro amigo é alguém que pega a sua mão e toca o seu coração.”

12 – ” O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança.”

13 – “Todo ser humano tem três vidas: a pública, a privada e a secreta.”

14 – “Não é verdade que as pessoas param de buscar seus sonhos porque envelhecem. Elas envelhecem porquem param de buscar seus sonhos.”

15 – “Não chore porque acabou, sorria porque aconteceu.”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Gabriel García Márquez: ‘Não acredito em Deus, mas tenho medo dele’

Deixe o seu comentário