Ney Matogrosso: “Se existia tanto dinheiro disponível para gastar na Copa, por que não resolver os problemas do nosso país?”

Augusto Nunes, na Veja on-line

Pouco mais de duas semanas depois do ex-presidente Lula exaltar as conquistas do Brasil Maravilha numa entrevista à emissora portuguesa RTP, o cantor Ney Matogrosso escancarou, durante um programa no mesmo canal, algumas verdades do Brasil real. Ao ouvir do apresentador Vítor Gonçalves a pergunta “Como está o Brasil?”, um dos maiores artistas do país responde: “Existe um enorme desconforto”, começa. “O governo brasileiro está gastando bilhões de reais para fazer estádios, enquanto nos hospitais públicos as pessoas estão sendo jogadas no chão, em cima de um paninho”.

A partir daí, Ney fala sobre educação, transporte público, Bolsa Família e corrupção antes de fazer a pergunta que todos os brasileiros decentes se fazem há meses: “Se existia tanto dinheiro disponível para gastar na Copa, por que não resolver os problemas do nosso país?”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Ney Matogrosso: “Se existia tanto dinheiro disponível para gastar na Copa, por que não resolver os problemas do nosso país?”

2 Comentários

  1. sleiman disse:

    Ney Mato Grosso tem a minha admiração, por tudo o que representa para a música brasileira. Por isso, suas palavras são sempre bem recebidas por mim. Mas, como ninguém é perfeito, erra ao pensar como pensa. Copa do Mundo no Brasil tem significado de investimento, e não de gasto. Nessa linha de raciocínio, antes de mais nada, para se fazer mais hospitais, mais escolas ou promover uma segurança ideal, é preciso dinheiro.

    A Copa das Confederações, que ajudou a engordar nossa receita em mais de 9 bilhões de reais, é um exemplo do que falo, e há uma expectativa de que a do mundo traga mais de três vezes essa cifra.

    Ao contrário do que ele diz, os estádios de futebol não estão sendo construídos com o dinheiro público. Empresas particulares, tomando empréstimos com o BNDES, é que estão construindo as arenas para o campeonato.

    Além disso, A Copa do Mundo não vai trazer coisas boas para o Brasil. Ela já trouxe…! Empregabilidade, capacitação de profissionais advindos das classes menos abastadas, aquecimento na economia, urbanização não só do entorno, mas das cidades que sediarão a competição.

    Sobre o resto do que ele disse, só mostrou completa ignorância acerca da matéria. Exemplo disso está no assunto Bolsa Família, programa imitado até mesmo por países de ponta, porque aqui conseguiu retirar da extrema pobreza mais de 40 milhões de brasileiros. Como iluminador de seus próprios espetáculos, deveria encontrar uma luz que lhe guiasse, ao expor seu ponto de vista sobre algo que pouco conhece.

  2. Marco disse:

    sleiman, esta opinião do querido Ney, reflete não só a ignorância que o brasileiro quer ter, mas também a que a grande mídia, (veja a oia), quer e tem semeado. Quando olhamos o “trabalho” da imprensa tupiniquim, não conseguimos entender como um homem que foi um presidente muito pior que o Collor de Melo a saber FHC, tem tanta moral. O Brasil está sorrindo, mas a mídia tem feito parecer que estamos em guerra. O povo gemia e suspira, chorava e morria de fome, é interessante como o fim destas coisas causam tanto ódio.

Deixe o seu comentário