Meninas nigerianas sequestradas por terroristas fogem de cativeiro na Nigéria

Martha Mark, mãe de Monica Mark, chora segurando uma foto de sua filha, que foi sequestrada pelo Boko Haram | AP Photo/Sunday Alamba

Martha Mark, mãe de Monica Mark, chora segurando uma foto de sua filha, que foi sequestrada pelo Boko Haram | AP Photo/Sunday Alamba

Publicado no Brasil Post

Mais de 60 meninas nigerianas sequestradas por extremistas islâmicos há duas semanas conseguiram escapar sozinhas, informaram policiais nesta segunda-feira (07).

O líder do governo local de Chibok, Pogu Bitrus, disse nesta segunda que verificou que 63 meninas escaparam entre quinta e sexta-feira da semana passada através de enviados que se encontraram com algumas fugitivas e suas famílias. Cinco reféns continuam desaparecidas.

As meninas fugiram enquanto seus raptores estavam ocupados em um grande ataque em acampamentos militares e delegacias na cidade de Damboa. Apesar de todas as evidências, as autoridades da Nigéria negaram informações de abduções em massa em três vilarejos no estado de Borno em 22 de junho.

O grupo terrorista Boko Haram tem realizado sequestros de pequena escala nos últimos meses desde o sequestro de mais de 200 meninas em uma escola em Chibok, no estado de Borno, em 15 de abril. Até onde se saiba, 219 dessas meninas ainda estão desaparecidas.

O fracasso do governo e do Exército em resgatar as meninas foi criticado globalmente. O Boko Haram exige a libertação de guerrilheiros em troca das meninas, mas o presidente Goodluck Jonathan não quis considerar a troca. Enquanto isso, os ataques a vários vilarejos no norte do país aumentaram, com centenas de mortos em cada ofensiva.

(Com Associated Press)

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Meninas nigerianas sequestradas por terroristas fogem de cativeiro na Nigéria

Deixe o seu comentário