Padre russo diz que Copa é uma ‘abominação homossexual’. E culpa chuteiras

asdadasdPublicado no UOL Esporte

Houve um tempo em que jogadores não tinham opção: chuteira era preta. Hoje, toda a gama de cores que se pode imaginar podem chutar uma bola. Ainda mais em Copa do Mundo. Mas tem gente que não gosta muito desse carnaval nos pés, em que Neymar, por exemplo, pode até jogar de dourado. Um padre russo está detonando a Copa e dizendo que o evento promove a “propaganda gay”. E a culpa está justamente nas pobres coitadas das chuteiras.

O padre ortodoxo Shumsky tem uma coluna no site russo Russian Alexandr-Shumsky-church-religion-gays2People’s Line, e foi lá que ele fez seu “desabafo”. O texto foi reproduzido pelo Moscow Times, e diz que as chuteiras coloridas são uma referência ao arco-íris, símbolo gay.

“Vestir chuteiras rosa ou azuis é a mesma coisa que vestir calcinhas ou sutiãs”, afirmou o padre.

“A ideologia liberal da globalização quer claramente opor cristianismo e futebol. Estou certo disso. Portanato, estou satisfeito que os jogadores russos tenham falhado e, com a graça de Deus, não participam mais desta abominação homossexual”, escreveu Shumsky.

O caso é curioso e pode ser encarado como engraçado, mas reflete uma realidade dura na Rússia, em que a homofobia é crescente. Isso gerou protestos também no âmbito esportivo, a exemplo do que se viu nas Olimpiadas de Inverno, em Sochi.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Padre russo diz que Copa é uma ‘abominação homossexual’. E culpa chuteiras

1 Comentário

  1. Ronaldo disse:

    Bárbaro e jurássico!!!

Deixe o seu comentário