As regras do Templo de Salomão

Vista aérea do Templo de Salomão (IURD)

Por Anna Virginia, na Folha de S. Paulo

A Igreja Universal do Reino de Deus divulgou um manual de etiqueta para quem quiser conhecer o Templo de Salomão, “o lugar que Deus escolheu para habitar”.

Entrar lá exige dresscode.

Nada de boné, camiseta de time, roupa com mensagem política ou comercial, chinelo, bermuda, decote, minissaia e óculos escuros. “Vista-se como se fosse se encontrar socialmente com uma pessoa muito importante”, orienta o bispo Renato Cardoso em vídeo divulgado nesta terça (15) na internet.

O bispo Edir Macedo designou Renato, seu genro, para ditar as regras aos visitantes da réplica da obra bíblica, que abrigará até 10 mil pessoas em 74 mil m² de área construída na zona norte de São Paulo.

Entrar lá não é para qualquer um.

Após inaugurada, em 31 de julho, a nova igreja se fecha a visitantes sem credencial por um tempo –possivelmente, até 2015. Ou você entra como convidado ou paga para participar de uma das caravanas organizadas pela igreja.

Pastores vendem ingresso para os ônibus nas igrejas –sair do centro de São Paulo, por exemplo, custa R$ 45. O lote de agosto está quase esgotado.

Entrar lá tem preço. Mas nenhuma selfie para contar a história.

O bispo Renato explica que não será permitido fotografar dentro do santuário e que todos os visitantes serão revistados. Serão barrados no baile gospel aqueles que levarem iPhone, celular, máquina fotográfica, iPod etc.

Nenhum Instagram, contudo, será ferido durante a realização desta caravana: do lado de fora, fotógrafos da Universal estarão à disposição para registrar o momento, diz o bispo. O retrato poderá ser baixado na internet.

Dilma Rousseff está entre os convidados confirmados para a inauguração. Autoridades, por sinal, foram orientadas a não levar celular.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for As regras do Templo de Salomão

6 Comentários

  1. Marly disse:

    Com toda certeza não é aí que Deus mora, não o Deus que amo e creio. Talvez Mamon more aí….

    • RICARDO M BARBOSA disse:

      REALMENTE ESTA MUITO PRÓXIMO A VINDA DE JESUS , NÃO JUGAREI ATÉ POR QUE NÃO POSSO JUGAR NINGUÉM , MAIS ACHO QUE ESSES HOMENS JÁ ESTÃO CONFORTÁVEIS AO SABER QUE SUAS ALMAS VÃO PARA O INFERNO ,SE CONTINUAREM COM ESSA VISÃO …….. A TEMPO DE SE ARREPENDEREM E VIVENCIAR O VERDADEIRO EVANGELHO DE CRISTO JESUS . ESSE LUGAR DEVERIA SER ABITADO PELOS MENDIGOS , PROSTITUTAS , ALCOÓLATRAS , DROGADOS .QUE FOSSE DA MANEIRA QUE ESTÃO DE CHINELO , BERMUDAS, DESCALÇO , TEM QUE SER UM LOCAL COMUM ,NÃO QUEREREM CRIAR UMA SOCIEDADE DENTRO DE UMA SOCIEDADE , ISSO PARA MIM E MAIS QUE UMA CEITA RELIGIOSA. DEUS TEM MISERICÓRDIA.

  2. http://prbruno.blogspot.com.br/2014/07/o-templo-de-salomao-da-iurd-por-que.html
    Este é um link de um comentário teológico sobre essa disparidade exegética da construção dessa heresia. Abraço a todos.

  3. Marivaldo disse:

    Mesmo com arquitetura bonita, é um templo religioso e deveria receber seus fiéis e visitantes com humildade, alegria e cortesia.
    Prefiro o meu Templo que me recebe de portas abertas e até de pés descalços!

  4. Ricardo disse:

    igrejinhas nascidas de um contrato social.

  5. Marcelo Xavier disse:

    Antes que alguém pense que estou a defender o Edir Macedo, já digo que sou ateu. Mas não acho nada de mais ter que se trajar decentemente para entrar num templo. Ou num cinema, ou num restaurante, ou numa escola. Trajar-se de acordo com o ambiente é uma das coisas que o brasileiro deixou de lado em nome de uma “informalidade”, que na verdade é falta de educação, cultura, tradição; respeito, mesmo.

    Além disso, não entendo tanto bafafá em torno desse templo, há igrejas católicas muito maiores e mais suntuosas. Todo mundo tem o direito de explorar a idiotice dos fiés, ora essa.

    Veja mais:

    http://amarretadoazarao.blogspot.com.br/2010/08/o-templo-de-salomao.html

Deixe o seu comentário