Uso abusivo de descongestionante nasal pode causar arritmia, pressão alta e até trombose

01descongestionante

publicado no extra

Basta a temperatura cair para muita gente sacar de bolsos e gavetas os frascos de descongestionantes nasais. Com a chegada de noites mais frias, a incidência de gripes, resfriados e alergias respiratórias aumenta. Um prato cheio para apelar para tais medicamentos. No entanto, o hábito de pingar continuamente o remédio no nariz, além de viciar, mascara um enorme perigo para a saúde do coração.

A longo prazo, os efeitos dos descongestionantes elevam o risco de trombose e formação de coágulos. Na mucosa nasal, o uso abusivo provoca uma reação inflamatória, fazendo com que seja preciso quantidades cada vez maiores do remédio para se obter bem-estar.

– O alívio da congestão nasal é imediato. Por isso, a pessoa acha que está fazendo um grande negócio. Mas é só um paliativo – diz o otorrinolaringologista Jair de Carvalho e Castro, do Hospital Samaritano do Rio.
Segundo o médico, o correto é buscar ajuda para descobrir e tratar a causa do entupimento das narinas, que pode ser sinusite, desvio de septo ou pólipo nasal, entre outras.

Lavar as narinas com soro fisiológico ou solução de água com sal e bicarbonato é uma boa alternativa para aliviar a congestão sem remédios, ensina Jair de Carvalho e Castro. Para quem já se viciou nos descongestionantes, o tratamento é feito com medicamentos orais e injetáveis que visam à recuperação da mucosa do nariz.

03su140a_web

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Uso abusivo de descongestionante nasal pode causar arritmia, pressão alta e até trombose

1 Comentário

  1. José Carlos disse:

    Não tem jeito, com um desvio de septo, trabalhando com pó de ferragem (Serralheiro), só usando algo mesmo, Pelo menos para dormir, o soro até melhora, mas dormir com a respiração PELA BOCA só me levou a ter inflamações de garganta até três vezes no ano, E haja Benzectacil para curar!
    Passei a usar colírio, isso mesmo, colírio para desentupir o nariz antes de dormir.
    A lógica é simples: O colírio contém o cloridrato de nafazolina (vasoconstritor) em menor proporção que os descongestionantes nasais, e traz consigo ainda um antiséptico, que ajuda a “desinfectar” as narinas.
    É certo ? Não! Vai me causar problemas ? Talvez!
    o Problema é que mesmo após alguns anos tentando cirurgia de correção de septo na UNICAMP, nada foi feito (isso a mais de dez anos), acabei desistindo, e o resultado?
    Bem…Tõ com 47 anos e por enquanto, VIVO, RESPIRANDO AO DORMIR, E A GARGANTA PAROU DE INFLAMAR!

Deixe o seu comentário