Cadê Nós?

Levante a cabeça, não é hora de ir às ruas, mas de ir às urnas

cadenos

Fábio Silva

Era junho de 2013, e lá, estávamos nós, nas ruas… Invadimos, éramos milhares. Haviam gritos de ordem. Havia uma juventude que pedia algo novo, um Brasil passado a limpo e não daqui a 10 anos, JÁ!  Havia pressa, sede de justiça, de moralidade.

“Agora NÓS queremos participar, chega!” “Quem manda somos NÓS!” 

Parecia um movimento impossível de ser domado. Afinal, os líderes éramos todos NÓS. Ninguém nos representava.

Nós tocamos os corações em todas as capitais do Brasil. Brasília foi invadida por todos Nós. Deixamos a classe política tonta, sem rumo. Ficou claro o abismo entre a voz das ruas e as vozes que nos representavam. A classe política dizia apoiar as ruas, porém as ruas diziam que eles não as representavam, deu um nó!  A crise foi estabelecida. A repercussão foi mundial.

Era uma crise de valores. Parecia uma nova consciência. Um foi falando para outro como fazer e de que forma mudar o Brasil, agora éramos NÓS. Nos ligamos a uma única causa: O BRASIL.

O Pacto precisava durar, passar outubro de 2014, passar as eleições, passar o Brasil a limpo. Mas todos estavam atentos, afinal depois de muito tempo éramos NÓS.

Você ainda nos enxerga? Estamos juntos? Ainda existe o NÓS?

Não estamos falando de votar nos mesmos candidatos, estamos falando de NÓS buscarmos os mesmos valores que a rua nos uniu.

Existe uma militância profissional nas redes sociais dizendo o que fazer e como fazer para mudar o Brasil. E cadê NÓS? Quando fomos às ruas, mesmo sendo tão diferentes, fizemos um pacto de estarmos juntos pelos valores que íamos buscar. Não se canse, não se sinta incapaz de mudar, de escolher, de decidir. Levante a cabeça, não é hora de ir às ruas, mas de ir às urnas.

Pense sobre isso: Cadê NÓS?

 

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cadê Nós?

1 Comentário

  1. Ronaldo disse:

    Piadista de sanitário!

Deixe o seu comentário