É possível treinar o cérebro para desejar comida saudável

d2e10cd28896f2b2a524ca07119d1f34

publicado no Vi na Internet

É possível fazer seu cérebro preferir brócolis à batata-frita. Esse é o resultado de um estudo publicado no dia 1o de setembro no suplemento online Nutrition&Diabetes, da revista científica Nature. De acordo com os cientistas, há comprovação empírica de que é possível deixar de gostar de guloseimas e preferir alimentos mais saudáveis, informa o Estadão.

Os pesquisadores analisaram os hábitos alimentares de 13 pessoas com obesidade ou sobrepeso. Metade não mudou a alimentação, já o restante cortou mil calorias diárias, adotou uma dieta balanceada (mais fibras e proteínas e menos gorduras) e contou com o acompanhamento de um grupo de apoio.

No início do estudo, todos os participantes foram submetidos a uma ressonância magnética enquanto viam imagens de comidas gordurosas e açucaradas. A área do cérebro ligada à recompensa e prazer foi ao delírio. O cenário foi diferente seis meses depois: quem se engajou na dieta havia perdido 6kg (os outros perderam 2kg) e havia prazer quando expostos à comida saudável.

Basicamente, a pesquisa dá verniz científico a uma suposição do senso comum. Não há predisposição para gostar de açúcar e gordura. Se você consegue fazer a dieta por um tempo, se acostumará a comer melhor. Isso também se aplica às crianças: ao recompensar uma boa ação com comida calórica, você cria uma vínculo ruim para a saúde dela. Qual sua comida preferida?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for É possível treinar o cérebro para desejar comida saudável

Deixe o seu comentário