Água é encontrada em atmosfera de exoplaneta

hattt

publicado na Galileu

Publicado na revista Nature, um estudo realizado por cientistas americanos detectou pela primeira vez vapor de água na atmosfera de um “pequeno” exoplaneta. Do tamanho de Netuno, a descoberta no HAT-P-11b é capaz de avançar as pesquisas sobre planetas similares à Terra fora do nosso Sistema Solar.

A pesquisa foi pioneira por conseguir analisar a composição atmosférica de um exoplaneta com raio apenas quatro vezes maior que o do nosso mundo. Antes os estudos só eram capazes de compreender a atmosfera de grandes planetas, como Júpiter. Isso aconteceu por que os cientistas da Universidade de Maryland utilizaram uma técnica de transmissão chamada espectrometria.

A uma distância de 122 anos-luz, o HAT-P-11b é o menor e mais frio exoplaneta em que já se descobriu sinais de água da história, até então. As imagens foram obtidas pelos telescópios Hubble e Spitzer. Fato que só aconteceu pelo baixo número de nuvens químicas, normalmente o principal problema para a análise de planetas desse porte.

Nessa pesquisa também foram descobertos a presença de hidrogênio e traços de átomos pesados. “Água é a molécula mais cosmicamente abundante em exoplanetas. Nós esperamos que isso também prevaleça para atmosferas mais altas, em planetas com essa temperatura”, afirma o autor Jonathan Fraine em entrevista ao Space.com.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Água é encontrada em atmosfera de exoplaneta

1 Comentário

Deixe o seu comentário