Passa a limpo: 1º debate entre Dilma e Aécio no segundo turno

899492_1413374842229

Publicado no Estadão

No primeiro encontro do 2° turno, tanto Dilma Rousseff (PT) como Aécio Neves (PSDB) usaram números e dados socioeconômicos como ataque ou defesa. Nem sempre os dois candidatos acertaram. Ao longo do debate da Band, Dilma e Aécio exageraram bastante em diversos momentos.

Desvio na saúde

Dilma acusou Aécio de ter desviado R$ 7,6 bilhões da saúde no período que governou Minas. O governador foi alvo de investigação iniciada em 2007 pela Promotoria de Justiça da Saúde, que apontou a utilização de recursos da Companhia de Saneamento (Copasa) para cumprir o investimento mínimo de 12% na área, em um total de R$ 3,5 bilhões. Em fevereiro deste ano, a 5.ª Vara de Fazenda Pública estadual extinguiu a ação de improbidade administrativa porque o Ministério Público mudou seu posicionamento em relação ao caso.

Crítica exagerada

“Brasil piorou em todos os indicadores sociais”, afirmou Aécio Neves. Segundo síntese anual divulgada pelo IBGE em 2013, o Brasil melhorou em indicadores como mortalidade infantil, que registrou queda; no acesso ao ensino fundamental, que apresentou aumento, e a renda, que cresceu em 2013.

Inflação

Dilma afirmou que a inflação deverá voltar para a meta ao longo dos próximos meses, mas a expectativa do mercado, segundo o Boletim Focus, é que ela continue pressionada e encerre o ano em 6,45%. Se confirmado, o número ficará próximo do teto da meta (6,5%).

Nepotismo

Dilma acusou o tucano de praticar nepotismo durante o seu governo em Minas Gerais. Ao fazer a pergunta, porém, sugeriu que os parentes ainda estão no governo: “Você, Aécio, tem uma irmã, um tio, três primos e três primas no governo. Eu não tenho parentes no meu.” A irmã do tucano, Andrea Neves, presidiu o Serviço Voluntário de Assistência Social do governo Aécio (2003-2010). Hoje ela trabalha na campanha do candidato. “A senhora tem agora a obrigação de dizer onde é que minha irmã trabalha”, reagiu Aécio. Em 2006, o deputado estadual Rogério Correia (PT) apresentou um requerimento de informações sobre nepotismo de parentes do então governador. A lista tinha 9 nomes.

Bolsa Família

Aécio disse que o Bolsa Família tem os tucanos como idealizadores. “Se fizermos um DNA do programa, o pai é FHC e a mãe, Ruth Cardoso.” Os programas sociais começaram na gestão tucana, mas ganharam escala durante o governo Lula, que unificou todos os planos existentes até então, como o Bolsa Escola e Vale Gás e investiu no cadastro único.

Nem tantas creches

Dilma disse que entregou “mais de 2 mil creches”. No entanto, segundo dados do PAC-2, apenas 379 foram concluídas; 2,4 mil ainda estão em fase de licitação.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Passa a limpo: 1º debate entre Dilma e Aécio no segundo turno

Deixe o seu comentário