Dilma só ultrapassou Aécio com 89% dos votos apurados

5f734a2c3ec5a82a630f6a70670067b8_original

publicado no Yahoo!

A campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) deve ter suado frio na noite de domingo (26), pois Aécio Neves (PSDB) esteve à frente da petista até a apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alcançar 88,91%.
O momento exato da ultrapassagem da presidente foi às 19h32, segundo informações confirmadas pelo Yahoo junto ao TSE. Os resultados só foram divulgados publicamente após as 20h de domingo, quando as eleições haviam sido encerradas em todo território nacional – por conta do fuso-horário, o Acre foi o último estado a finalizar sua votação.

Dilma ganhou a corrida presidencial por uma estreita margem de pouco mais de 3%, totalizando 54,5 milhões de votos (51,6% dos votos válidos), enquanto Aécio conquistou pouco mais de 51 milhões (38,4%).
Um gráfico em circulação na Internet, cuja autoria não pôde ser confirmada pelo Yahoo Brasil, mostrou o momento exato da ultrapassagem de Dilma sobre Aécio. Contatado, o TSE não confirmou os dados anteriores à ultrapassagem (intersecção das linhas azul e vermelha).
59312f70-5e14-11e4-a58e-83495c92c51c_10743668_926241397404038_1099316457_n

 

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Dilma só ultrapassou Aécio com 89% dos votos apurados

1 Comentário

  1. Marcelo Lobo disse:

    FRAUDE NAS URNAS: UM GRAFICO MUITO ESTRANHO OU AECIO GANHOU MAS NAO LEVOU

    Este grafico muito “estranho” demonstra a fraude nas urnas: uma queda vertiginosa de Aecio e uma subida idem de Dilma ate a ultrapassagem a favor da petista. 

    A estranheza: Dai em diante, com o resultado garantido, as linhas se estabilizam como num passe de magica em linha reta por 3h30 sem nenhuma variacao, como uma manobra para segurar o resultado ou uma mao invisivel administrando a vitoria.

    Considerando que a contagem comecou pelo Sul e terminou no Norte/Nordeste devido ao fuso horario e horario de verao. 

    Um grafico que mostra a fraude e a manobra na contagem dos votos.

Deixe o seu comentário