‘Vida que segue’, diz Jô em primeiro programa após a morte do filho

625_315_1415051175Jo_Soares_Luto_Globo

De preto, em luto pela morte do filho, Jô Soares dá seu tradicional ‘beijo do gordo’ no programa de hoje

Publicado no Notícias da TV

Três dias depois da morte de seu filho, Rafael Soares, o apresentador Jô Soares voltou ontem (3) a gravar seu programa na Globo. A edição exibida na madrugada desta terça (4) foi dedicada ao filho, que morreu aos 50 anos na última sexta (31). Ao final do programa, emocionado, Jô olhou para a câmera e disse: “Então é isso: vida que segue. A vida é pra isso mesmo, pra gente viver”. Foi aplaudido de pé. Nas redes sociais, a homenagem comoveu o público.

“Meu filho, Rafael Austregésilo Soares, o Rafinha, esteve no mundo durante 50 anos e foi uma criança especial. Como era autista, permaneceu menino até o fim. Ele passou a vida inteira na realidade do seu próprio mundo, com corpo de adulto e coração e alma de criança. Tinha ouvido absoluto, por isso tocou piano e adorava música”, disse ao abrir o programa.

Ainda na abertura, Jô contou uma passagem que justifica o fato de voltar ao trabalho ainda em luto. “Gostaria de contar uma história que dá uma ideia das coisas que eu aprendi com o Rafinha. Uma vez, numa livraria, ele chegou junto ao caixa carregando uma dúzia de livros. Eu estranhei: ‘Rafa, é muito. Escolhe seis’. E ele: ‘Então eu não quero nenhum. Eu prefiro não escolher’. ‘Mas por que não?’. ‘Porque escolher é perder sempre’. Levei todos. Hoje, eu também não preciso escolher. Como ele nunca faltou ao seu trabalho, também não posso faltar ao meu”, disse o apresentador.

Jô se referia ao “trabalho” de Rafael em uma “rádio”, que o filho produzia e mantinha em casa, como apresentador, e que não tirava do ar nem na hora de apagar as velas do bolo de aniversário. A rádio tinha uma programação ‘fechada’, apenas para os moradores da casa. Jô mostra uma das vinhetas da emissora do filho no programa desta noite.

Na atração, Jô recebeu o maestro Isaac Karabtchevsky, que completa 80 anos em dezembro, a modelo angola Sharam Sharam, uma das angels da Victoria’s Secrets, e ator Felipe Titto, o mordomo Wagner de Amor à Vida (2013).

Ao final, após dedicar o programa ao filho, Jô agradeceu ao auditório. “Obrigado, plateia, por todo carinho, afeto e senso de humor de vocês hoje. O programa começou difícil, e a graças a vocês foi se tornando mais leve e alegre.”

Nas redes sociais, telespectadores demonstraram solidadariedade ao apresentador. “Meus respeitos ao Jô Soares pela magnífica abertura do seu programa no dia de hoje… Talvez seu melhor momento na TV até hoje”, escreveu no Twitter o produtor Arnaldo Saccomani.

Jo_Soares_Luto_GloboINT

Telão do Programa do Jô exibe foto de Jô Soares com o filho, Rafael, ainda criança

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for ‘Vida que segue’, diz Jô em primeiro programa após a morte do filho

Deixe o seu comentário